1. Início
  2. Cidade

Origem do nome

Diferentes foram as denominações de Caxias do Sul, sejam elas oficiais ou aquelas, surgidas informalmente e mantidas pela tradição. A primeira denominação surge nos primórdios da imigração italiana. Em 1875, Caxias aparece nos documentos oficiais como Fundos de Nova Palmira. A denominação devia-se a sua localização, ao sul de Nova Petrópolis, Picada Feliz e Nova Palmira, antigas colônias alemãs.

Com a concentração inicial dos imigrantes recém chegados à Colônia na área que atualmente corresponde a Nova Milano (distrito do município de Farroupilha), Caxias ficou conhecida como Nova Milano ou Barracão. Esta última denominação devido à existência, no local, de uma edificação destinada ao abrigo provisório dos imigrantes.


Colônia Caxias e Campo dos Bugres

Em 11 de abril de 1877, por determinação da Inspetoria Especial de Terras e Colonização da Província do Rio Grande do Sul, a denominação oficial passava a ser Colônia Caxias. Esta alteração coincidia com a instalação da sede da Colônia, no núcleo correspondente à 5ª légua, composta pelos Travessões Santa Tereza e Solferino, hoje subscrevendo as regiões sul e centro da cidade de Caxias do Sul.

Apesar da denominação oficial, a Colônia Caxias era também conhecida por Campo dos Bugres, remetendo aos antigos habitantes da região: os índios caigangues. A denominação foi utilizada pelo diretor da Colônia de Feliz, Dr. Mabilde, em 1850, e por Antônio Machado de Souza que, em 1864, resolveu abrir uma estrada entre os municípios de São João de Montenegro e São Francisco de Paula.


De Sede Dante à Freguesia de Santa Tereza de Caxias

A partir de 1880, quando a colônia foi dividida em três diferentes sedes (Caxias, Nova Milano e Nova Trento), o povoado que abrigava a Diretoria da Colônia e a Comissão de Terras e Colonização passa a denominar-se Sede Dante ou Sede Principal. O nome Dante era também o nome da única praça existente na época: a Praça Dante, atualmente Praça Dante Alighieri. Aliás, a homenagem ao famoso poeta italiano parece ter sido, também naquela época, o motivo que levou à adoção do nome Sede Dante.

Em 12 de abril de 1884, com a anexação da Colônia Caxias ao município de São Sebastião do Caí como seu 5º distrito, o nome mudava para Freguesia de Santa Tereza de Caxias. A categoria de Freguesia designava a menor divisão administrativa das províncias e cidades portuguesas (e como tal foi adotada também no Brasil Imperial). Ao mesmo tempo, indicava que aquela localidade sediava uma paróquia. De fato, Caxias, naquela época, desligava-se da Paróquia de São João do Hortêncio de Feliz e sediava a sua própria, a Paróquia de Santa Tereza.


A emancipação municipal

Em 20 de junho de 1890, por ato do governo estadual, o então distrito foi emancipado de São Sebastião do Caí, tornando-se município e passou a denominar-se Vila de Santa Tereza de Caxias. Naquele mesmo ano, em 06 de novembro, tornou-se Comarca Judicial. Dessa forma, o Termo de Santa Tereza de Caxias ficaria dividido em três distritos: a sede, na Vila de Santa Tereza de Caxias; o distrito de Nova Trento; e o de Nova Milano.

Em 1895, as linhas do telégrafo cruzavam a Vila de Caxias, retirando-a de seu isolamento. Alguns anos depois, em 1906, era inaugurada a primeira rede telefônica e, em 1910, Santa Tereza de Caxias integrava-se ao número significativo de municípios riograndenses ligados pela viação férrea. Em 1º de junho de 1910, Caxias festivamente inaugurava sua estação ferroviária. Na mesma data, o Decreto nº 1607 elevava a vila à condição de cidade, simplificando seu nome para Caxias.

Em 1913, a iluminação elétrica chegava a Caxias, em suas casas e ruas, oferecendo à cidade a energia que movimentava o progresso. Outra modificação na denominação da cidade seria realizada através do Decreto nº 720 de 29 de dezembro de 1944 que, além de fixar nova divisão territorial, acrescentou ao nome da cidade, um elemento indicador de sua posição geográfica. Dessa forma, adota a denominação de Caxias do Sul.