Gestão
Use o menu abaixo para conhecer a estrutura administrativa da gestão 2017-2020

Ana Rech

Anna Maria Pauletti Rech partiu do município de Pedavena, ao norte da Itália, para o Brasil no dia 12 de outubro de 1876, em uma viagem que durou quatro meses. Na época, aos 48 anos de idade, já viúva e mãe de oito filhos, não lhe restava outra opção, devido a mísera realidade em que se encontrava sua pátria de origem.

Foi em abril de 1877 que Anna Rech fixou moradia no Lote 104 do Travessão Leopoldina, na Colônia de Caxias. O local fora escolhido pois encontrava-se na rota de passagem dos tropeiros, desta forma Anna percebeu que seria um bom lugar para abrir uma pequena casa de comércio e hospedagem. Após a construção deste pequeno estabelecimento cercou seu potreiro com boa pastagem e água, logo, os visitantes perceberam que o mesmo era um bom lugar para passar a noite. Na manhã seguinte, os tropeiros seguiam viagem e após 12 km, chegavam ao centro comercial do Campo dos Bugres, atualmente, Caxias do Sul.

A familiaridade de colonos, tropeiros e comerciantes com a "Casa de Anna Rech" fez com que a 8ª Légua, local do estabelecimento, passasse a denominar-se Ana Rech. A moradora doou terrenos para diversas entidades como a igreja, o cemitério, o convento e o colégio e conquistou a comunidade com suas inúmeras qualidades, solidariedade e serviços prestados. Em 16 de maio de 1916, aos 88 anos, Anna Rech faleceu.

A cidade de Pedavena, cidade natal de Anna Rech, tornou-se cidade co-irmã de Caxias do Sul através de um gemelaggio (acordo). Este, prevê ações de cooperação econômica e cultural entre as duas cidades.

Fundada em 26 de setembro de 1927, Ana Rech é hoje uma das quatro regiões administrativas de Caxias do Sul. Encontra-se a 12 km da sede administrativa municipal e destaca-se por ser uma localidade que ainda mantém os hábitos coloniais.

Esta localidade, grande pólo industrial mecânico, possui aproximadamente 16 mil habitantes. Em frente à Igreja Matriz encontra-se a figura de Anna Rech imortalizada em um monumento de autoria do escultor caxiense Bruno Segalla.

Em dezembro mais de 100 presépios são montados pelos moradores nos jardins, ruas e calçadas, são construídos em diferentes cores, formas, texturas e luzes. Cada morador emprega seu próprio estilo para retratar o nascimento de Jesus, transformando Ana Rech na "Vila dos Presépios". A localidade é um roteiro de charme e encanto, que tem como principal destaque o Caminho dos Tropeiros. Os visitantes podem aproveitar e conhecer seus restaurantes, cantinas e cafés coloniais e podem adquirir doces, geléias, compotas e licores caseiros.


Contato

Telefone: (54) 3901.1471
Endereço: Avenida Rio Branco, s/nº