1. Início
  2. Notícias
  3. 2005
  4. Julho

Prefeitura apresenta diagnóstico inicial do Plano Diretor

Publicada dia

A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria Municipal do Planejamento (Seplam) apresentou nesta sexta-feira, em primeira mão, o diagnóstico preliminar do Plano Diretor às entidades que participam da elaboração do documento. O diagnóstico é o resultado do trabalho de oito grupos temáticos formados por técnicos, que analisaram o quadro atual do município e a legislação. A apresentação foi realizada na Câmara de Vereadores. O diagnóstico tem caráter técnico e está disponível na internet (www.caxias.rs.gov.br/planejamento).

Participaram os secretários municipais do Planejamento, Vinicius Ribeiro, da Cultura, José Clemente Pozenato, do Desenvolvimento Urbano, Zoraido Silva, do Desenvolvimento Econômico, Flávio Cassina, do Meio Ambiente, Ari Dallegrave, e do Diretor Geral do Samae, Marcus Vinícius Caboerlon. Das entidades parceiras, estiveram presentes representantes do Sinduscon, Sociedade de Engenharia, Arquitetura, Agronomia e Química (SEAAQ), CIC, Conselho do Plano Físico Urbano (CPFU), Câmara de Vereadores, Sindicato de Trabalhadores Rurais, conselhos profissionais e faculdades.

O titular da Seplam lembra que o processo de elaboração do novo Plano Diretor é baseado na participação ampla da sociedade nas discussões. “O que estamos fazendo se encaminha para um grande pacto entre Administração Municipal, entidades e sociedade”, diz. Vinicius Ribeiro acrescenta que pela primeira vez se instaura um processo deste tipo com “total subscrição da comunidade”.

Agora, os representantes das entidades têm cerca de quinze dias para encaminhar sugestões e observações diante do diagnóstico apresentado. O representante do CPFU, Lourenço Livramento, elogiou a iniciativa da Prefeitura em levantar e apresentar as informações preliminares. “O Conselho tem interesse em intensificar sua participação a partir de agora”, completou.

Fernando Fetter, da SEAAQ, parabenizou a iniciativa da Seplam e fez algumas observações de cunho técnico. João Marchioro, da CIC, disse que espera que a Administração dê continuidade ao processo da forma transparente como tem feito até então. Já Juarez Mazzocchi, do Sinduscon, destacou a importância de se ouvir a sociedade, dizendo acreditar que o encaminhamento tem sido correto até aqui.

Nos dias 15 e 16 de julho, será realizado um novo seminário aberto à toda comunidade. Segundo o professor Izidoro Zorzi, assessor técnico da Prefeitura, será uma oportunidade da Administração “mais ouvir do que falar”. De acordo com ele, a intenção é abrir espaço para que as pessoas tenham acesso e discutam o relatório preliminar. O seminário será realizado no Campus 8 da UCS.

Alexandra Baldisserotto (SC 00733 JP)