1. Início
  2. Notícias
  3. 2005
  4. Outubro

Prefeito Sartori entrega orçamento para vereadores

Publicada dia

O Prefeito José Ivo Sartori entregou na tarde desta quinta-feira (27/10), na Câmara de Vereadores, a previsão de receitas e despesas do Município em 2006. Ele estava acompanhado pelos secretários Carlos Búrigo (Fazenda) e José Carlos Vanin (Geral), e pelo Chefe de Gabinete, Edson Néspolo.

O Prefeito entregou o orçamento para o Presidente da Câmara, Francisco Spiandorello, sob os olhares de alguns vereadores como da líder do Governo, Geni Peteffi.

Sartori destacou a transparência dos números. “Como é o nosso primeiro orçamento, pode ter equívocos. Entretanto, podem ter certeza que foi feito com a maior transparência possível”, disse.

O Prefeito ainda explicou que as maiores “fatias” ficaram com as secretarias da educação e saúde. “Houve uma elevação de cerca de 10% na receita estimada. Chegamos aos R$ 534 milhões para 2006. Que tenhamos sucesso para melhorar a receita de todas as demandas, pois há muita coisa a ser feita, para ser atendida e, às vezes, não temos o necessário para tudo”, apontou Sartori.

O Presidente do Legislativo agradeceu a visita anunciando que o orçamento será uma peça importante para o debate. “Vamos procurar o equilíbrio e o diálogo, pois esse assunto é o que a cidade tem mais interesse. Por isso, e por Caxias ter o segundo maior orçamento do Estado, temos o compromisso e a responsabilidade do debate com a comunidade”, declarou Francisco Spiandorello.

O Secretário Municipal da Fazenda, Carlos Búrigo, colocou-se à diposição dos vereadores caxienses. “Estou à disposição desta casa para corrigir o que for necessário”, falou.

ORÇAMENTO 2006 – R$534 MILHÕES

O valor engloba a administração direta, mais SAMAE, FAS e IPAM. Só para administração direta são R$431 milhões.

A Secretaria da Educação terá R$121 milhões, seguida pela Saúde com R$105 milhões. O Orçamento Comunitário terá R$7,7 milhões de caráter local e R$22,6 milhões nas temáticas regionais.

O ORÇAMENTO ABRANGE QUATRO ÁREAS:

* Infra-estrutura (limpeza, iluminação, transportes, trânsito, pavimentação, saneamento e água) com R$102,2 milhões.

* Desenvolvimento Econômico (agricultura, turismo, geração de emprego e renda), R$ 5,3 milhões.

* Políticas Sociais (habitação, assistência social, educação e saúde), R$219,1 milhões.

* Questões Estratégicas (modernização da máquina pública, qualificação, meio ambiente e desenvolvimento tecnológico), R$14,1 milhões.

Fabiana de Lucena (Mtb9247)

Assessoria de Imprensa