1. Início
  2. Notícias
  3. 2005
  4. Dezembro

Caxias ganha quatro empreendimentos rurais em 2005

Publicada dia

A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria Municipal da Agricultura (SMAG), inaugura nesta terça-feira (20.12) a quarta agroindústria de 2005. Será a Corso Mel, no Travessão Sertorina, Desvio Rizzo. A inauguração será realizada às 15h, com a presença do Prefeito José Ivo Sartori, técnicos do setor, autoridades e representantes dos produtores rurais.

A Corso Mel, do apicultor Gilberto Paulo Pedrotti Corso, é a agroindústria de número 72 a ser instalada em Caxias do Sul. A empresa vai produzir mel, executando desde o trabalho de extração até a embalagem do produto. A atividade integra o Programa de Agroindústria da SMAG, que auxilia os agricultores acompanhando o projeto e prestando assistência técnica.

Caxias do Sul conta atualmente com 58 agroindústrias em funcionamento Deste total, quatro foram inauguradas durante o ano de 2005. A primeira elas foi a Mel da Serra (também de mel e derivados), na localidade de São João da 4ª Légua, em Galópolis. O destaque ficou por conta de um dos proprietários: o jovem Diego Isoton, de apenas dezoito anos. “Incentivar as agroindústrias é também uma forma de garantir a permanência de jovens no meio rural”, disse o jovem empreendedor, na ocasião.

VIVER NO CAMPO - Em novembro, o casal Sílvio e Mari Ângela Soares abriu a agroindústria Morro Grande em Santa Lúcia do Piaí. Eles passaram a produzir e comercializar queijos e laticínios com auxílio técnico da Secretaria Municipal da Agricultura (SMAG). Além de trabalhar e gerar renda no campo, o casal também optou por continuar morando no interior para criar os dois filhos pequenos.

Um mês depois foi a vez dos amigos deles, Marta e Marcelo Camelo, concretizarem o próprio empreendimento. Depois de trabalhar vários anos no comércio caxiense, a jovem Marta Camelo resolveu voltar para o interior do município e dar continuidade à atividade da mãe, Josefina. “Ela sempre fez queijos de boa qualidade e nós resolvemos profissionalizar a produção para fazer disto um projeto de vida, já que gostamos mesmo é de viver no campo”, comemora. Ela e o marido abriram a agroindústria Bolson & Camelo, na Fazenda Invernada, Vila Oliva.

CURSOS - Para o Prefeito José Ivo Sartori, as agroindústrias são fundamentais no combate ao êxodo rural e na viabilização da propriedade economicamente sustentável. “Temos o maior PIB agrícola do Estado e vamos trabalhar cada vez mais para transformar o nosso interior num pólo de excelência agrícola”, afirma.

O Prefeito Sartori destaca também a parceria com a UCS, Fepagro e Emater/RS, que permite oferecer um programa de cursos voltados à agroindústria. Em 2005, os cursos foram oferecidos a partir de fevereiro no Centro de Treinamento em Agroindústria, em Fazenda Souza.

Desde que assumiu, em janeiro, secretário da Agricultura, Nestor Pistorello, fez questão de intensificar as ações de incentivo à agroindústria. “Uma de nossas bandeiras era o fortalecimento do setor, o que aconteceu este ano com a criação da Associação das Agroindústrias”, destaca. Para Pistorello, é importante que o produtor assuma um perfil de empresário rural.

Para isto, a SMAG oferece todo o apoio técnico por meio do Programa de Agroindústrias, coordenado pelo médico veterinário Fernando Vissirini Lahn dos Reis. O objetivo do trabalho é fornecer acompanhamento e orientações para que o produtor possa estruturar seu empreendimento, auxiliando na renda familiar e garantindo qualidade de vida no meio rural.

Alexandra Baldisserotto (SC 00733 JP)

Assessoria de Imprensa