1. Início
  2. Notícias
  3. 2016
  4. Dezembro

SIM Caxias: número de mortes por atropelamento na área central cai pela metade

Publicada dia

O número de mortes por atropelamento na área central de Caxias do Sul caiu pela metade, após a implantação do Sistema Integrado de Mobilidade (SIM Caxias), em abril de 2016. Os dados são da Escola Pública de Trânsito, da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM).

De acordo as informações, as mortes por atropelamento na região diminuíram de 13, em 2015, para oito, em 2016. Além disso, outros números que mostram a eficiência do SIM Caxias, é a redução de atropelamentos envolvendo pessoas com idade acima dos 60 anos. Em 2015 foram sete mortes e em 2016 apenas duas. Isso ocorre graças à sinalização, à proibição da conversão à direita e a um trabalho de conscientização da Escola Pública de Trânsito com o Conselho Municipal do Idoso.

Além disso, os acidentes também diminuíram no eixo das ruas Sinimbu e Pinheiro Machado. A média dos nove primeiros meses de 2013, 2014 e 2015, quando confrontada com os dados de 2016, evidencia uma redução significativa no número de acidentes. O mesmo acontece nas esquinas onde as conversões à direita foram proibidas.

Na rua Sinimbu, por exemplo, a média de acidentes nos nove primeiros meses dos anos de 2013 a 2015 foi de 183 casos. No mesmo período, em 2016, foram 150, o que significa uma redução de 17%. Na Pinheiro Machado a redução foi similar. No mesmo período passaram de uma média de 133 para 107, em 2016, uma redução de 20%.

Quanto às conversões, a redução do número de acidentes foi ainda maior. Os dois cruzamentos que chamam mais a atenção são os da rua Sinimbu com a rua Garibaldi e o da rua Pinheiro Machado com rua Marechal Floriano. No cruzamento com a rua Garibaldi, a redução foi de 30% comparada com a média dos anos anteriores. Na esquina com a rua Marechal Floriano essa redução chegou a 60%.

Assessoria de Imprensa - Prefeitura de Caxias

Galeria de imagens
1 de 4 imagens

Foto por RAFAEL LOPES

Foto por RAFAEL LOPES

Foto por RAFAEL LOPES

Foto por RAFAEL LOPES