1. Início
  2. Notícias
  3. 2018
  4. Abril

Caxias do Sul promove 19ª Semana Municipal de Doação de Órgãos e Tecidos

Atividades de conscientização e orientação serão realizadas de 08 a 15 de abril

Publicada dia

Caxias do Sul realizará a 19ª Semana de Doação de Órgãos e Tecidos de 08 a 15 de abril. A programação inclui caminhada, celebração religiosa, palestra, entre outras ações. O objetivo é orientar as pessoas para que possam ser doadoras e conscientizar a comunidade sobre a importância deste ato que ajuda a salvar vidas.

Neste domingo (08/04), haverá missa alusiva ao tema na Paróquia Imaculada Conceição (Capuchinhos) às 18h. Na próxima quinta-feira (12/04), Dia Municipal do Doador de Órgãos e Tecidos, representantes do CMDOT participarão da sessão ordinária da Câmara de Vereadores, às 8h30.

Neste mesmo dia, a RimViver promove ação social de conscientização na sede da entidade, que fica na avenida Rio Branco, nº 360, bairro São Pelegrino. Das 9h às 16h30 haverá distribuição de material informativo à população. Também no dia 12/04, o Hospital Pompéia realiza palestra interna de sensibilização para a doação de órgãos, no auditório da instituição, às 10h.

Na sexta-feira (13/04), das 13h30 às 17h, haverá sensibilização e orientação para a doação no Hemocs, com colaboração da Liga de Transplantes da Universidade de Caxias do Sul (UCS). No sábado (14/04), ocorre a 5ª Caminhada da Esperança, com saída da Praça João Pessoa, às 9h, e chegada à praça Dante Alighieri prevista para as 10h. Por fim, no domingo (15/04), um passeio ciclístico promovido pela RimViver, com largada em frente à prefeitura, às 9h30, e chegada no Parque Getúlio Vargas (Macaquinhos), fecha a programação.

As atividades são promovidas pelo Comitê Municipal de Doação de Órgãos e Tecidos (CMDOT). O comitê é composto pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), representada pelo Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs); secretarias municipais do Esporte e Lazer (Smel) e da Educação (Smed); Instituto de Previdência e Assistência Municipal (Ipam); hospitais Pompéia, Geral e Virvi Ramos; Associação de Pacientes Renais Crônicos (RimViver); Mitra Diocesana; NefroClínica; Unimed Nordeste-RS e Sistema Saúde Integral (SSI), com participação do grupo de voluntários Anjos da Esperança e da Liga de Transplantes da Universidade de Caxias do Sul.

O Dia Municipal do Doador de Órgãos e Tecidos foi instituído pela lei 7.782, de 9 de junho de 2014. Tem o objetivo de divulgar a importância da doação, visando salvar e melhorar a qualidade de vida de pessoas que estão em filas de espera.

Espera por transplante

Segundo dados da Central de Transplantes do Rio Grande do Sul, atualizados em fevereiro de 2018, 1.254 pessoas aguardam na lista de espera por algum tipo de órgão no Estado. Destas, 919 precisam de um doador de rim, 135 aguardam por um fígado, 29 por medula óssea, 83 por doador de pulmão, 61 por córnea, 16 por transplante de coração e 11 por rim e pâncreas. Neste ano, até fevereiro, foram realizados 132 transplantes de órgãos no RS e 165 de tecidos (pele, osso, córnea e esclera). O número de doadores efetivos somou 44 no mesmo período e o índice de negativa familiar ficou em 33% no mês de janeiro e 42% em fevereiro.

Doação de órgãos e tecidos

Existem dois tipos de doadores: o doador vivo e aquele com morte encefálica (cerebral). No caso de um doador falecido, o transplante ocorre somente com a autorização documentada de um familiar. Nesse caso, podem ser doados os rins, coração, pulmão, fígado, pâncreas e tecidos como córnea, pele e ossos. Em relação ao doador vivo, qualquer pessoa saudável pode doar um dos rins, parte do fígado, medula óssea e parte do pulmão. Doação entre pessoas vivas são autorizadas somente para cônjuge ou parentes até 4º grau (pais, irmãos, netos, avós, tios, sobrinhos e primos). Para pessoas com grau de parentesco mais distante ou sem relação consanguínea, as doações devem ser feitas com autorização judicial.

Assessoria de Imprensa - SMS