1. Início
  2. Notícias
  3. 2018
  4. Dezembro

CREAS Norte promove reflexão pelo fim da violência contra a mulher

Atividade reuniu cerca de 60 usuários no Centro de Cultura Ordovás nesta segunda-feira (04/12)

Publicada dia

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Norte, da Fundação de Assistência Social (FAS), realizou, nesta segunda-feira (04/12), uma atividade que reuniu cerca de 60 usuários. O encontro integrou a programação da campanha “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres” e ocorreu no Centro de Cultura Ordovás. O transporte das famílias até o local foi disponibilizado pela Guarda Municipal (GM).

Durante o trajeto, dentro do ônibus da Guarda, as famílias ouviram trechos de algumas canções tradicionalistas selecionadas por estudantes de psicologia do Centro Universitário FSG. Após escutarem as músicas, as famílias debateram com as estudantes e a equipe do CREAS Norte a naturalização da violência contra a mulher presente em algumas letras.

Ao chegarem no Centro de Cultura Ordovás, os participantes assistiram ao filme “A fonte das mulheres”, que aborda aspectos de empoderamento feminino. Ao final, a equipe do CREAS Norte e do Centro de Referência para a Mulher, vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social (SMPPS), conduziram um bate-papo sobre a temática do filme.

“A atividade foi importante justamente para que se possa refletir sobre a questão da violência contra a mulher nas suas mais variadas formas e que, muitas vezes, passa despercebida em alguns contextos e vivências. Também foi possível enriquecer a discussão refletindo o quanto se reproduz, sem questionamento, os discursos de violência já instituídos em nossa cultura”, declarou a diretora de Proteção Social Especial de Média Complexidade da FAS, Ana Maria Pincolini.

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Foto por Ana Maria Pincolini

Foto por Ana Maria Pincolini

Foto por Ana Maria Pincolini

Campanha “16 dias de ativismo pelo fim da violência contra as mulheres”

A campanha ocorre no mundo todo de 25 de novembro a 10 de dezembro, data que marca o aniversário da Declaração Universal dos Direitos Humanos. A iniciativa busca conscientizar a população sobre os diferentes tipos de agressões contra meninas e mulheres, propondo medidas de prevenção e combate à violência, além de ampliar espaços de debate com a sociedade. A programação completa pode ser conferida aqui.

Assessoria de Imprensa - FAS