1. Início
  2. Notícias
  3. 2018
  4. Dezembro

Safra da uva começa em Caxias do Sul com estimativa de 50 mil toneladas

Colheita deve seguir até 15 de março de 2019

Atualizada dia

A safra da uva começou em Caxias do Sul com estimativa de 50 mil toneladas. Variedades como vênus e niágara já estão sendo colhidas nas localidades de Linha Sebastopol e Vila Cristina. O clima seco e o calor favorecem o processo de maturação das uvas. Conforme dados da última safra, Caxias do Sul é o 4º município que mais produz a fruta, com 3,8 mil hectares de área plantada. A colheita deve seguir até 15 de março de 2019.

Flavio Hillebrand, engenheiro agrônomo da Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), explica o motivo de algumas uvas estarem sendo colhidas precocemente. “O inverno não foi muito rigoroso, mas foi constante. Isso favorece para a videira brotar mais rápido. A tendência é ter uma safra boa”, salientou. A vênus geralmente é colhida antes, possui sabor aframboesado e seu ciclo de brotação é de 131 dias. Já a niágara tem coloração esverdeada e aroma adocicado. Resiste ao inverno rigoroso, característico da região serrana, com ciclo de aproximadamente 135 dias.

Renato Antônio Pezzi, 66 anos, mora em Nova Palmira, Vila Cristina, e possui quatro hectares de parreiras com variedades como bordô, niágara branca e rosada. Pezzi ressaltou a sua expectativa para essa safra. “Esperamos 40 toneladas de uva. O clima nos ajudou bastante, elas vieram muito carregadas, com cachos bem graúdos e fechados”, resumiu.

Galeria de imagens
1 de 7 imagens

Foto por Ruan Alves

Foto por Ruan Alves

Foto por Ruan Alves

Foto por Ruan Alves

Foto por Ruan Alves

Foto por Ruan Alves

Foto por Ruan Alves

Segundo o titular do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Caxias do Sul, Rudimar Menegotto, a qualidade das uvas está boa. “Nós vamos ter uma safra de boa qualidade. Houve algumas perdas em função do granizo e de doenças, por isso a quantidade será menor, cerca de 10% a menos”, apontou. As próximas variedades a serem colhidas são isabel, bordô e cabernet sauvignon, entre os meses de janeiro e fevereiro.

Assessoria de Imprensa - Smapa