1. Início
  2. Notícias
  3. 2018
  4. Dezembro

Seção de Patrimônio Móvel encerra levantamento de bens da Prefeitura de Caxias do Sul

Setor prepara leilão de itens inservíveis para 2019

Publicada dia

A Prefeitura de Caxias do Sul possui mais de 150 mil bens móveis. Este foi um dos dados obtidos com a conclusão do Inventário de Bens Móveis 2018. O relatório foi apresentado nesta terça-feira (11/12) pela Seção de Patrimônio Móvel da Secretaria Municipal de Recursos Humanos e Logística (SMRHL) às equipes que atuaram no levantamento dos bens. O setor é responsável pelo controle e movimentação de itens como mobiliários, equipamentos e veículos, entre outros, que valem aproximadamente R$ 64 milhões.

O controle de bens é parte da responsabilidade fiscal do Município, integrante do balanço patrimonial e financeiro da prefeitura. A secretária Vangelisa Lorandi destacou a importância do trabalho conjunto e dos avanços que o setor tem obtido. “Neste ano contamos com os coletores de dados que automatizaram os registros, além da experiência adquirida pelas equipes”, enfatizou. De acordo com a titular da SMRHL, a atividade que está sendo desenvolvida na cidade, com controle cada vez mais efetivo, tem se tornado referência para outros municípios.

Galeria de imagens
1 de 2 imagens

Foto por Vânia Cassol

Foto por Vânia Cassol

Conforme a chefe da Seção, Ana Monteiro, para o ano de 2019 está sendo preparado o leilão de bens inservíveis. “A medida, além de dar a destinação correta para os itens, gera recursos para o Município”, explica. Ainda para o próximo ano está sendo desenvolvido o treinamento para responsáveis de patrimônio de diversas unidades. O objetivo é deixar o controle mais preciso considerando que os bens são públicos, porém existem servidores que devem prestar contas e, conforme o caso, ressarcir os valores. O levantamento apontou mais de mil itens não cadastrados. Segundo Ana, os bens foram adquiridos com recursos da autonomia financeira, FNDE ou doações de terceiros. Mesmo nestes casos, existe necessidade de registros para o controle efetivo.

A comissão de inventário deste ano foi formada por 66 servidores de diversas secretarias, divididos em 10 grupos, que percorreram 491 locais da área urbana e do interior do Município, realizando o levantamento desses itens.

Assessoria de Imprensa - SMRHL