1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Janeiro

Centenas de pessoas visitam Parque Mato Sartori neste verão

Roteiros continuarão sendo desenvolvidos sem necessidade de agendamento prévio até 31/01

Publicada dia

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma), por meio do setor de Educação Ambiental, segue desenvolvendo os roteiros no mês de janeiro no Parque Mato Sartori. Até o momento diversas visitas já foram feitas pelos educadores a fim de enaltecer a beleza da natureza para toda comunidade. O serviço continuará sendo oferecido até dia 31/01, sem necessidade de agendamento prévio.

A decisão de abrir durante todo o mês tem como objetivo ampliar as visitas guiadas, justamente porque nesse período grande parte das pessoas está de férias e pode passear pelo local. O agrônomo Luiz Antenor Rizzon, morador do Centro, participou do roteiro. “Eu gostei muito da trilha que é desenvolvida. Me impressionei também com o local, ainda mais por estar no centro da cidade. Acho que devíamos dar mais importância para esses espaços verdes, principalmente ajudando a preservar, porque tem uma grande variedade de espécies de árvores. Para mim, a decisão de abrir no mês de janeiro foi ótima, era um espaço que eu sempre quis conhecer e agora consegui”, comentou Rizzon.

Os roteiros são oferecidos pela manhã, às 9h, e pela tarde, às 14h, de segunda a sexta-feira. A trilha que é desenvolvida no parque inclui a passagem por uma pinguela de 15 metros sob uma nascente, além de um mirante que oferece uma vista privilegiada da cidade em meio à natureza. A equipe da Educação Ambiental também fala sobre as árvores nativas que se encontram no local, contando curiosidades do parque. Em caso de chuva, as atividades são automaticamente canceladas.

Galeria de imagens
1 de 5 imagens

Foto por Fábio Bielscki de Matos

Foto por Fábio Bielscki de Matos

Foto por Fábio Bielscki de Matos

Foto por Fábio Bielscki de Matos

Foto por Fábio Bielscki de Matos

Parque Mato Sartori

Possui uma área total de 6,6 hectares na rua Borges de Medeiros, no Centro de Caxias do Sul. São atendidos grupos de estudantes, empresas e comunidade em geral com o objetivo de sensibilizar e despertar atitudes conscientes de preservação ao meio ambiente.

As principais espécies que compõem o parque são pau-brasil, araucária, carrapicho, sucará, mamica-de-cadela, erva-mate e cedro. Também há bromélias, cipós e líquens (bioindicadores para demonstrar a qualidade do ar).

No local também fica a Sala Verde, voltada especificamente para atividades de educação ambiental, palestras e reuniões. Após desenvolver uma proposta político-pedagógica e encaminhar ao Departamento de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (DEA/MMA), que coordena esse projeto, a Semma foi credenciada para promover atividades propostas pelo próprio Departamento, além de receber materiais disponibilizados pelo MMA.

Assessoria de Imprensa - Semma