1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Janeiro

Centro de Cultura Ordovás soma 20 mil visitantes em 2018

Direção prevê iniciativas para resgatar a importância histórica do prédio neste ano

Atualizada dia

O complexo cultural que abriga atividades de dança, música, artes visuais, teatro e cinema em Caxias do Sul acolheu cerca de 20 mil pessoas em 2018. Uma média de 58 visitantes por dia. Porém, a abrangência do Centro Municipal de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho pode ser ainda maior se considerados os públicos envolvidos em ações descentralizadas promovidas pelas unidades sediadas no prédio.

Foto por Acervo Prefeitura/ Mateus Argenta

Na música, por exemplo, a Orquestra Municipal de Sopros conquistou cerca de seis mil pessoas em 25 performances ao longo do ano. Da mesma forma, o Coro Municipal acolheu outras 2,6 mil pessoas em 21 apresentações. Já a Companhia de Dança atraiu 3,6 mil espectadores em 42 ações em 2018, que envolveram apresentações do espetáculo “Contos de Falta” e passeios coreografados durante a 34ª Feira do Livro de Caxias do Sul.

A Unidade de Cinema e Vídeo promoveu 270 sessões que envolveram 9,8 mil pessoas. O público se dividiu entre 164 sessões de filmes inéditos, 44 mostras da “Matinê às 3” e 21 projeções do Festival Varilux de Cinema Francês, além de nove filmes da Mostra Ingmar Bergman, 12 sessões do Cine Kids / Sessão Escola e oito encontros do projeto Cidadania.

Foto por Gabriela Guadagnin

A Unidade de Artes Visuais (UAV) atraiu outras 8,3 mil pessoas ao Centro de Cultura, em um total de 28 exposições. Outras 25 mostras em locais parceiros da UAV receberam 5,1 mil apreciadores e contaram com a participação de 2,4 mil pessoas em 31 oficinas e visitas guiadas. Com o encerramento das exposições que integraram a programação da 11ª Semana da Fotografia de Caxias do Sul, o evento somou 6,2 mil participantes.

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Foto por Róger Ruffato

Foto por Róger Ruffato

Foto por Róger Ruffato

O Caxias em Cena chegou a sua 20ª edição em 2018 e proporcionou para a comunidade 24 atividades culturais, entre elas, 17 espetáculos, cinco workshops gratuitos, três debates sobre o festival e uma exposição. Cerca de 2,4 mil pessoas prestigiaram as ações durante os 18 dias de realização. Além dessa programação, a Unidade de Teatro promoveu outras quatro peças e três iniciativas descentralizadas em escolas, paralelas à Mostra de Teatro Estudantil. Essas ações, juntas, somam 4,8 mil espectadores.

Para 2019, a diretora do Centro de Cultura Ordovás, Claudete Maria Taiarol Travi, planeja desenvolver atividades que possam potencializar o complexo cultural como um espaço de memória da cidade e atrair diferentes públicos.

"Ações educativas nos ajudam a elaborar diferentes leituras sobre a cidade, sua memória e seu patrimônio. Caxias do Sul tem o privilégio de manter sua memória por meio da promoção de diferentes manifestações culturais neste lugar. Desta forma, pensamos em valorizar a história do Ordovás com a realização de um projeto de educação patrimonial, que será lançado em conjunto com uma exposição na Galeria de Artes e que vai resgatar a ocupação do prédio pela antiga Cantina Antunes e o processo de implantação do Centro de Cultura, em 2001”, revela a diretora.

O Ordovás fica localizado na rua Luiz Antunes, nº 312, no bairro Panazzolo. O horário de visitação é de segunda a sexta-feira, das 9h às 22h, e nos finais de semana, das 16h às 22h.

Assessoria de Imprensa - SMC