1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Janeiro

Ponto de Safra bate recorde e fatura mais de R$ 200 mil na última sexta-feira

Foram vendidos aproximadamente 36.498 quilos de hortifrutigranjeiros

Atualizada dia

O Ponto de Safra quebrou recordes e faturou mais de R$ 200 mil na última sexta-feira (11/01). Ao todo, nos três locais da feira, foram vendidos aproximadamente 36.498 quilos de hortifrutigranjeiros. Até então, o maior valor obtido era de R$ 176 mil, alcançado em dezembro de 2018.

Camila Sandri Sirena, secretária da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), ressaltou a expressividade desse resultado. “Isso atesta todo trabalho que está sendo realizado pela Smapa em prol dos produtores caxienses. Estou muito contente em saber da satisfação da população com o Ponto. Esse prestígio valoriza o produtor local”, afirmou.

Arcângelo Maltauro, 42 anos, morador de Fazenda Souza, produz 50 toneladas por ano de frutas como uvas, morango e pêssegos. Na semana passada a associação que ele integra, composta por cinco produtores, vendeu 3,6 mil sacolas. Maltauro salientou as vantagens de vender no Ponto. “A negociação não tem atravessador, podemos ter uma margem de lucro maior que o habitual. Quando o dia está bonito o movimento aumenta muito e vendemos mais ainda”, pontuou.

Galeria de imagens
1 de 11 imagens

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

Foto por Adriano Chaves

O Ponto de Safra é uma modalidade diferente de feira onde os produtos são vendidos em porções pré-definidas e a um preço fixo. Atualmente, cada sacola é vendida a R$ 2. O peso de cada mercadoria varia toda semana, de acordo com a cotação de preços da Ceasa Serra.

A comercialização ocorre todas as sextas-feiras na rua Treze de Maio (entre a Sinimbu e a avenida Júlio de Castilhos), das 5h30 às 16h, na Moreira César (entre as ruas Os 18 do Forte e Sinimbu), das 6h às 18h, e na Praça Dante Alighieri, das 6h às 18h.

Assessoria de Imprensa - Smapa