1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Fevereiro

Obras de pavimentação na avenida São Leopoldo iniciam em março

Investimento chegará a R$ 1,6 milhão

Atualizada dia

As obras de pavimentação na avenida São Leopoldo, em Caxias do Sul, estão programadas para iniciar em 11 de março. A data foi acertada nesta segunda-feira (18/02) pela Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM), contratante da obra, com a empresa Encopav Engenharia, vencedora do processo licitatório e responsável pela execução dos trabalhos.

A avaliação da pasta, conforme o titular da SMTTM, Cristiano de Abreu Soares, é de que a via deve manter o fluxo normal de veículos, evitando interrupções e desvios durante a Festa da Uva 2019, que inicia nesta sexta-feira (22/02) e encerra em 10 de março. O trecho é uma das principais rotas de visitantes de cidades como Gramado, Nova Petrópolis e Vale dos Sinos, que chegam a Caxias pela BR-116. Além disso, também é utilizado como rota de diversas linhas do transporte coletivo urbano.

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Foto por Leonardo Portella

Foto por Leonardo Portella

Foto por Leonardo Portella

Conforme análise dos técnicos da secretaria, o trecho apresenta uma série de problemas prejudiciais à circulação e à mobilidade do trânsito. O planejamento da intervenção prevê que nos locais que apresentam asfalto fissurado (com rachaduras) seja realizada a fresagem para substituição da camada asfáltica. Onde não há rachaduras, será executado recapeamento asfáltico sobre a pavimentação existente. A previsão de conclusão é de seis meses após o início das obras. No total, o investimento será de R$ 1.697.478,90 com financiamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal.

De acordo com Soares, a obra também permitirá que a SMTTM reveja a sinalização e os canteiros existentes na via. Os tachões instalados no trecho não permanecerão após o término dos trabalhos, ampliando a capacidade da via e permitindo que o trânsito flua em mais faixas. Também haverá a remoção de um canteiro central, próximo à Escola Jesus Bom Pastor.

Galeria de imagens
1 de 2 imagens

Foto por Leonardo Portella

Foto por Leonardo Portella

“O que percebemos é que essas ilhas de tachões acabam sendo empecilhos na mobilidade ao formar gargalos desnecessários. Sem essa sinalização, é possível permitir o trânsito com mais faixas, nos dois sentidos, tornando o local uma via mais rápida e segura”, explicou Soares. Conforme o titular da pasta, as medidas serão em caráter experimental, demandando a avaliação do comportamento do trânsito e da circulação de pedestres.

Assessoria de Imprensa - SMTTM