1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Abril

Maio Amarelo: comunidade poderá acompanhar rotina dos fiscais de trânsito de Caxias

Objetivo é apresentar funcionamento do serviço e trabalho de orientação dos agentes

Atualizada dia

Os caxienses terão a oportunidade de acompanhar o trabalho dos agentes da Fiscalização de Trânsito da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) durante o mês de maio. Pela primeira vez em 15 anos, a unidade abrirá inscrições para que a comunidade vivencie a rotina dos fiscais de trânsito do Município e conheçam de perto o funcionamento do serviço. A ação faz parte do programa “Fiscal por um Dia” e integra a programação do Maio Amarelo.

Serão quatro edições ao longo do mês, nos dias 10, 16, 23 e 30/05, limitado a três participantes em cada data. As inscrições devem ser feitas pelo telefone (54) 3290-3955 ou (54) 3290-3956. De acordo com o gerente de Educação para o Trânsito da SMTTM, Joelson Queiroz, o objetivo da ação é que a comunidade saiba quais as atribuições dos agentes, em especial do trabalho de fiscalização e orientação do trânsito de veículos e de pessoas. “Queremos que os participantes acompanhem as diversas infrações de trânsito que são cometidas diariamente e que são flagradas pelos fiscais. São falhas, distrações e erros que podem provocar acidentes e mortes”, explica Queiroz.

Galeria de imagens
1 de 2 imagens

Foto por Leonardo Portella

Foto por Leonardo Portella

A atividade inicia com uma breve orientação, seguida de passeio pelos serviços realizados pela SMTTM, como a confecção de placas de trânsito e a sala de operações das sinaleiras de Caxias do Sul. Em seguida, os participantes se deslocarão pela cidade acompanhados de três agentes, em uma viatura da unidade. Serão visitados pontos críticos do trânsito na cidade e outras ocorrências que forem relatadas pela comunidade por meio do 118.

“O objetivo é que seja um trabalho bastante dialogado, interativo, para que o participante tenha noção da importância do trabalho dos fiscais de trânsito e de como os motoristas e pedestres assumem, muitas vezes, atitudes irresponsáveis. Funcionará ainda como uma resposta para aqueles que cultivam o senso comum de que existe indústria da multa e de que os fiscais estão nas ruas apenas para multar”, elucida o titular da SMTTM, Cristiano de Abreu Soares.

Assessoria de Imprensa - SMTTM