1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Abril

Pacientes diabéticos e hipertensos da UBS São Leopoldo visitam Jardim Botânico

Atividade faz parte das ações de educação ambiental da Semma

Publicada dia

Pacientes diabéticos e hipertensos atendidos pela Unidade Básica de Saúde (UBS) São Leopoldo visitaram o Jardim Botânico de Caxias do Sul na tarde desta sexta-feira (12/04). Eles participaram de um roteiro formado por trilhas que os colocam em contato direto com a natureza, demonstrando espécies exóticas e nativas da região, além de um cactário. As atividades foram desenvolvidas pelo setor de Educação Ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma).

O Jardim fica junto à represa São Paulo, na Bacia Hidrográfica do Arroio Dal Bó. Lá são encontradas coleções de espécies nativas da região como araucárias, líquens, xaxim e jerivás, entre outras. Mirian Menezes Steiner, 81 anos, foi uma das participantes. “Achei o passeio maravilhoso. Foi a segunda vez que vim ao Jardim Botânico e fiquei mais encantada ainda. Agradeço a acolhida em nome de todos os colegas. Eu vou convidar outras pessoas para passearem aqui também!”, resumiu Mirian.

Galeria de imagens
1 de 8 imagens

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

O setor de Educação Ambiental da Semma promove diferentes atividades gratuitas para inúmeros públicos. Nos últimos dias, 750 crianças de diversas escolas de Caxias do Sul, incluindo o interior, participaram de roteiros de visitação ao Mato Sartori e Jardim Botânico, além de assistirem a um teatro de fantoches.

“Durante a execução das atividades, percebemos uma grande interação e envolvimento por parte dos participantes. Eles demonstraram interesse. Isso permite dizer que o resultado foi positivo. Ressalto a importância de realizar diversas ações para atingir diferentes públicos, sempre objetivando sensibilizar para uma mudança de comportamento. Queremos fazer com que as pessoas conheçam o que é certo para colocar em prática”, resumiu Cassiane Giacomelli, gerente do setor de Educação Ambiental da Semma.

Galeria de imagens
1 de 2 imagens

Foto por Divulgação

Foto por Divulgação

Gilsania Antonelli Pizinato, professora do 3º ano da Escola Estadual Ismael Chaves Barcellos, em Galópolis, enalteceu o trabalho desenvolvido pela Semma. “A experiência do teatro de fantoches foi muito importante, porque conseguimos desenvolver os temas dentro e fora da sala de aula. Esse trabalho de conscientização na escola é feito diariamente por meio de diversos projetos que incentivam a proteção do meio ambiente”, explicou a professora.

O teatro de fantoches é uma atividade destinada aos estudantes das séries iniciais do Ensino Fundamental e da Educação Infantil. Quatro personagens relatam como é viver em diferentes ambientes (limpo e sujo). Além disso, eles incentivam a preservar o meio ambiente, ensinam a separar corretamente os resíduos e a praticar os 5Rs (repensar, recusar, reduzir, reciclar e reutilizar).

Todas as atividades são gratuitas e podem ser solicitadas e agendadas pelo telefone da Semma: (54) 3901.1445.

Próximas ações

De 16 a 26/04, as ações estão previstas para ocorrer em outros locais. Serão contemplados estudantes das escolas municipais de Ensino Fundamental Madre Assunta, Santo Antônio, Vinte e Um de Abril, Armindo Turra e Manoel Pereira, além dos usuários do Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) Leste. As atividades devem envolver mais de 230 pessoas, ao todo. Os roteiros no Mato Sartori e no Jardim Botânico dependem das condições climáticas.

Assessoria de Imprensa - Semma