1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Maio

Secretaria da Habitação retoma distribuição de telhas em bairros de Caxias do Sul

Todos os moradores que se cadastraram após temporal de abril receberão os materiais

Atualizada dia

Após processo de dispensa de licitação, a Secretaria Municipal da Habitação (SMH) recebeu 14 mil telhas que estão sendo distribuídas a famílias atingidas pelo temporal do dia 13 de abril em Caxias do Sul. Após o sinistro, cerca de 550 moradores que tiveram suas casas danificadas se cadastraram junto à SMH para receber telhas. Na data, o estoque disponível da prefeitura deu conta de atender 89 famílias.

Nesta quarta-feira (22/05), quatro equipes da pasta retomaram a entrega de material, que deverá atender a todas as famílias cadastradas. No primeiro dia de trabalho, já foram entregues cerca de 500 telhas nos bairros Reolon, Fátima, Pioneiro, 1º de Maio e Mariani.

“A prioridade de entrega é para famílias que possuem o Cadastro Único, mas todas que se cadastraram na SMH vão receber. Nós fizemos as vistorias e foram emitidos os memorandos, então, a ordem de entrega é de acordo com os memorandos”, explica o diretor de Infraestrutura da SMH, Oneide Andreis.
Galeria de imagens
1 de 8 imagens

Foto por Vitória Ricardo

Foto por Vitória Ricardo

Foto por Vitória Ricardo

Foto por Vitória Ricardo

Foto por Vitória Ricardo

Foto por Vitória Ricardo

Foto por Vitória Ricardo

Foto por Vitória Ricardo

Andressa Almeida da Cruz, que mora no Reolon com o marido e o filho, foi uma das moradoras que recebeu as telhas nesta quarta-feira.

“Depois do temporal o pessoal veio fazer a vistoria. Estava cheio de furos. Agora recebi 20 telhas e vai ajudar bastante”, agradeceu.

As equipes da SMH realizam a entrega dos materiais, mas a instalação fica sob responsabilidade do morador.

“Consegui as lonas com a prefeitura e agora as telhas também. Como trabalho com construção civil eu mesmo vou colocar. Vai resolver o problema”, conta Jeferson Costa da Silva, também contemplado nesta quarta.

A compra de telhas foi feita de forma emergencial pelo Município, por meio de dispensa de licitação. Foram investidos cerca de R$ 300 mil na aquisição do material.

“Foi uma compra emergencial. Desde o dia do temporal, em 13 de abril, desenvolvemos um trabalho incessante em conjunto com a Central de Licitações (Cenlic) e a Procuradoria-Geral do Município (PGM) para fazer essa compra de telhas o mais rápido possível. Fizemos esforços incansáveis para isso”, ressalta o secretário da Habitação, Claudir de Bittencourt.