1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Junho

Entidades do Banco de Alimentos organizam festa junina para agricultores da Ceasa Serra

Vinte e cinco servidores do programa ajudaram a realizar o evento nesta quinta-feira (27/06)

Atualizada dia

Alegria e gratidão. Essas são as palavras que definiram a tarde desta quinta-feira (27/06) na Ceasa Serra. Seis entidades cadastradas no Banco de Alimentos, vinculado à Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), organizaram uma festa junina para os agricultores da Ceasa Serra. O objetivo do evento foi agradecer a colaboração dos agricultores na doação de produtos destinados às instituições do banco.

Além de atrações musicais, a festa também contou comidas típicas juninas como pinhão, pé de moleque e pipoca. “A Festa é uma forma de agradecer pela parceria dos produtores nas doações semanais para as entidades do banco ao longo do ano. No pavilhão do produtor são arrecadados alimentos que perderam valor de compra, mas ainda estão em condições de serem consumidos”, afirmou Luana Mugnaga, assistente social da Smapa. Sete entidades cadastradas fazem coletas semanais, diretamente com o agricultor, resultando em 10 quilos mensais de hortifrutigranjeiros.

Galeria de imagens
1 de 11 imagens

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

Foto por Clara Baratto Sant'Ana

A comunidade terapêutica Centro Vita foi um das fundações que auxiliou na organização da celebração. A instituição foi fundada há 27 anos e tem o objetivo de ajudar as pessoas na luta contra o álcool e as drogas. Atualmente, as duas unidades do Centro Vita em Ana Rech e Santa Lúcia do Piai auxiliam 65 dependentes de álcool e drogas. Dylomar Amaral da Silva, coordenador do projeto explicou o motivo da festa. “Gratidão é a palavra certa. Aproveitamos essa data para confraternizar com eles, porque nos ajudam bastante. Essa solidariedade é fundamental para nós. Compartilhar esse momento é uma forma de agradecer”, enalteceu.

Anselmo Dambros, 55 anos, produz frutas e verduras em Galópolis. “É muito legal essas doações, porque as mercadorias nunca são aproveitadas e às vezes sentimos pena de não aproveitar. Quando doamos temos a certeza que esses alimentos estarão na mesa de quem mais precisa”, comentou.

Já Gilberto Boldrini, 58, morador de Nova Pádua, tem produção de 150 toneladas de hortifrutigranjeiros. “Muito interessante esse programa da prefeitura, assim os alimentos são quase 100% usufruídos”, apontou.

Banco de Alimentos
O Banco de Alimentos foi criado pela Lei nº 6.426/2005 e normatizado pelo Decreto nº 12.710/2006. O programa tem como objetivo evitar o desperdício de alimentos e promover a segurança alimentar da população que se encontra em situação de vulnerabilidade social. Quem quiser participar do voluntariado ou fazer doações pode entrar em contato na Rua Jacob Luchesi, 3.181, junto à Ceasa Serra, bairro Santa Catarina, das 8h às 12h e das 13h às 17h, ou pelo telefone (54) 3211.5943.

Assessoria de Imprensa – Smapa