1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Julho

5ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional define 30 propostas para serem discutidas em POA

Intuito é aprimorar serviços de políticas públicas no município

Atualizada dia

A conferência municipal com o tema “Segurança alimentar e nutricional: pela vida saudável contra a fome e a miséria” reuniu a população nesta sexta-feira (19/07), no auditório do Centro Administrativo, com o intuito de discutir melhorias no planejamento, controle e gestão nas políticas públicas de segurança alimentar. O evento foi organizado pelo Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Caxias do Sul (Consea), em parceria com a gerência de Segurança Alimentar da Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa).

Na parte da manhã, um dos assuntos discutidos foi a descentralização da Horta Comunitária para atender um maior número de pessoas em situação de vulnerabilidade social, bem como a criação do projeto em escolas. Desse modo, seria possível ensinar as crianças sobre a importância de consumir alimentos orgânicos.

Na parte da tarde os participantes se dividiram em grupos para discutir propostas com intuito de aprimorar os serviços de políticas públicas de segurança alimentar. O encontro também contou com a Palestra de Leonardo Melgarejo, vice-presidente da Associação Brasileira de Agroecologia para a região sul (ABA), com o tema “Aliança pela alimentação saudável”.

“Caxias é a primeira cidade a se mobilizar para realizar as conferências. Aqui são discutidas ideias para melhorar as questões de políticas públicas na área de segurança alimentar e nutricional. Com isso, conseguiremos levar sugestões para o evento na esfera estadual e melhorar ainda mais os serviços que envolvem vulnerabilidade social”, realçou Daiane Sgorla, nutricionista da Smapa.

Laís Azevedo, 32 anos, moradora do bairro Nossa Senhora de Lourdes, é auxiliar administrativo da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae). Ela comentou sobre a importância dos alimentos para as entidades. “Nós precisamos estar presente nesse momento, pois muitas fundações recebem os alimentos da agricultura. Isso serve para conscientizar as pessoas sobre a nossa alimentação”, relatou.

Os participantes ainda definiram 10 pessoas para defenderem 30 propostas na conferência estadual, entre elas o incentivo da produção de alimentos orgânicos, criação da feira Ponto de Safra itinerante, construção e implementação de um plano municipal de segurança alimentar e a realização de campanhas locais para a redução de lixo ao redor da Horta Comunitária. A conferência estadual ocorre nos dias 16, 17 e 18 de outubro, em Porto Alegre.

Nives Sirena, presidente do Consea, salientou o papel da conferência para o município. “Esse evento é fundamental para assegurar as conquistas alcançadas e ao mesmo tempo reforçar, reorganizar e construir políticas que respondam tanto aos novos desafios que se apresentam, como aos desafios persistentes”, explicou.

Galeria de imagens
1 de 4 imagens

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Foto por Mateus Argenta

Assessoria de Imprensa - Smapa