1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Julho

Secretaria da Saúde reforça importância da prevenção e diagnóstico das hepatites virais

Em Caxias, pacientes são atendidos em ambulatório que fica junto ao Serviço Municipal de Infectologia

Atualizada dia

O Dia Mundial de Combate às Hepatites Virais é neste domingo (28/07). Por isso, o Serviço Municipal de Infectologia (SMI) da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) reforça a importância da prevenção e do diagnóstico precoce das doenças e do tratamento. Em Caxias do Sul, os pacientes são atendidos em um ambulatório que fica junto ao SMI.

As hepatites virais são doenças causadas, geralmente, pelos vírus A, B e C, que provocam inflamação do fígado. Por serem doenças silenciosas nem sempre os infectados com o vírus apresentam sintomas. Por essa razão, milhares de pessoas são portadoras das hepatites B ou C e não sabem. Os diagnósticos estão em menos de 15% do total de pacientes infectados pelo vírus da hepatite C.

Segundo Leonora de Zorzi Piccoli, médica hepatologista do SMI, o diagnóstico é feito através de um exame de sangue, que é específico para identificar o tipo de vírus que está causando a hepatite. “Somente com exames de sangue é possível saber se está ou não com alguma das hepatites virais. O teste é o primeiro passo para a cura”, explica.

Em Caxias do Sul, até o dia 20 de julho deste ano, 76 pessoas haviam sido diagnosticadas com Hepatite B e 151 com Hepatite C. A médica comenta que esses dois tipos são transmitidos via parenteral (contato com sangue), através das relações sexuais sem uso de preservativos e vertical (a mãe infectada transmite a doença para o bebê). Já a Hepatite A pode ser contraída por ingestão de água e alimentos contaminados ou transmitida diretamente de uma pessoa para outra.

Os exames podem ser realizados nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou no Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) que está localizado junto ao Serviço Municipal de Infectologia, na rua Sinimbu, nº 2.231, 1º andar, no Centro, dentro do prédio do Centro Especializado de Saúde (CES). O horário de atendimento é de segunda a quinta-feira, das 7h às 16h, e nas sextas-feiras das 7h às 14h.

Tratamento e prevenção

Para prevenir as hepatites virais, Leonora explica que algumas medidas importantes devem ser tomadas, como usar preservativos em todas as relações sexuais, não compartilhar objetos como escovas de dentes, lâminas de barbear ou de depilar, seringas e agulhas, cachimbos e canudos (caso usuário de drogas), materiais para fazer tatuagens e piercings; além de utilizar material de manicure individual ou esterilizado. “Contra a hepatite B temos a vacina que é gratuita, faz parte do calendário de vacinas do Ministério da Saúde”, lembra.

No Ambulatório de Hepatites Virais do SMI, as pessoas com casos confirmados de hepatites B e/ou C recebem atendimento de uma equipe especializada e, se houver necessidade, realizam todo o tratamento, que é feito com medicações específicas fornecidas via Sistema único de Saúde (SUS). O Ministério da Saúde disponibiliza tratamento para todos os pacientes portadores do vírus da Hepatite C, totalizando uma eficácia de 98% dos casos.

Testes rápidos realizados na rede de saúde de Caxias do Sul

Hepatite B
2018: 13.660 testes – 28 reagentes
2019: 6.875 testes – 16 reagentes (até junho de 2019)

Hepatite C
2018: 13.639 testes – 49 reagentes
2019: 7.002 testes – 48 reagentes (até junho de 2019)

Assessoria de Imprensa - SMS