1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Setembro

Caxias em Cena oferece oficinas gratuitas no Ordovás

“Dinâmica dos Animais” foi ministrada nesta quinta-feira (12/09) e teve 20 participantes

Atualizada dia

A 21º Edição do Caxias em Cena começou no dia 06 de setembro e, além de oferecer uma série de espetáculos pela cidade, ainda trouxe seis oficinas inteiramente gratuitas. Uma delas ocorreu na Sala de Teatro Valentim Lazzarotto, no Centro de Cultura Ordovás, nesta quinta-feira (12/09) e teve a participação de 20 pessoas.

O Grupo Cerco, de Porto Alegre, ministrou a Oficina “Dinâmica dos Animais”. A oficina teve duração de quatro horas e a intenção da atividade foi oportunizar ao ator/atriz novas formas corporais para a criação dramatúrgica.

A oficina foi oferecida pela diretora do Grupo Cerco, Inês Marocco, e pela atriz Manoela Wunderlich. “Foi uma grande surpresa, porque tínhamos a informação de número aproximado de alunos e, chegando aqui, havia muito mais gente. Veio um público bem misto, com e sem experiência no teatro”, comentou Manoela.

Nesta edição do Caxias em Cena foram oferecidas, ao todo, seis oficinas, todas elas ministradas no Centro de Cultura Ordovás, em horários variados. A primeira aconteceu no dia 07 de setembro (Teatro e Memória: Narrativas Pessoais para Construção da Cena).

Nesta sexta-feira ainda foram oferecidas as oficinas “Oficina de Luz”, “O Artista Produtor” e “Oficina de Música”, todas da Solos & Bem Acompanhados. E no sábado (14/09) ocorre a última oficina da série, “O Teatro Físico – Vivência sobre a Pesquisa realizada pela Cia. Do Abração”, às 15h, classificação 16 anos, com entrada gratuita.

“Uma das diretrizes da Secretaria da Cultura é que a gente trabalhe com a formação e nada melhor do que conseguir unir isso por meio das oficinas, dentro do Caxias em Cena”, explicou a coordenadora da Unidade de Arte e Cultura da SMC, Aline Carneiro.

O 21º Caxias em Cena segue até o dia 15 de setembro. Estão previstas ainda três apresentações teatrais com entradas a preços acessíveis: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada). Os ingressos podem ser adquiridos no local. Mais informações na Unidade de Arte e Cultura pelo telefone (54) 3901.1316, ramal 219.

Programação

13 de setembro – Espetáculo “As quatro direções do Céu”
Companhia: Grupo Teatral Face e Carretos
Classificação: 12 anos
Horário: 20h
Local: Teatro Municipal Pedro Parenti
Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$10 (para estudantes, servidores, idosos e classe artística, mediante comprovação)
Sinopse: Navegando entre a narrativa épica e o universo do melodrama circense, a peça acrescenta uma aura de fatalidade à vida de personagens comuns, numa balada sobre o amor, desejos desencontrados, fantasia e morte. Em 2015, As Quatro Direções do Céu foi o principal vencedor do 10º Prêmio Braskem em Cena, levando os troféus de melhor espetáculo e melhor direção. No Prêmio Açorianos de Teatro 2015, o espetáculo venceu nas categorias melhor ator coadjuvante (Tiago Contte) e melhor espetáculo pelo júri popular.

14 de setembro – Oficina “O Teatro Físico – Vivência sobre a pesquisa realizada pela Cia. do Abração”
Companhia: Cia do Abração
Classificação: 16 anos
Local: Centro de Cultura Ordovás
Horário: 15h
Sinopse: Compartilhar com o público a vivência do trabalho realizado com o Grupo de Pesquisa Cênica da Cia. do Abração, desenvolvendo a sensibilidade dos participantes, aflorando seus impulsos internos, a energia central e o aterramento.

14 de setembro – Espetáculo “Caio do Céu”
Companhia: Solos & Bem Acompanhados
Classificação: 12 anos
Horário: 20h
Local: Teatro Municipal Pedro Parenti
Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (para estudantes, servidores, idosos e classe artística, mediante comprovação)
Sinopse: Impossível ler Caio Fernando Abreu sem enxergá-lo, sem senti-lo, ele é visceral, sincero, confessional, um biógrafo do emocional, um fotógrafo da fragmentação contemporânea, um tradutor do seu tempo. Escreveu, principalmente, sobre o tema que mais lhe despertava a imaginação: a condição humana. Caio do Céu transpõe seu universo para o palco através de crônicas, cartas, contos, poemas, textos teatrais, depoimentos, música ao vivo e projeções. Traz para a cena o próprio artista, por meio de vídeos, com trechos de suas entrevistas. O roteiro prioriza parte da obra que valoriza a vida em todos os seus aspectos, apresentando também uma face pouco conhecida do autor: um homem vibrante e solar, que se revela desperto para o milagre da existência diante da iminência da morte - muitas vezes abordada com humor, leveza e profundidade. Caio do Céu expõe e questiona os valores da sociedade e, principalmente, as questões da alma humana, da morte e da vida.

15 de setembro – Espetáculo “Kartas de uma Boneca Viajante”
Companhia: Cia. do Abração
Classificação: Livre
Horário: 17h30
Local: Teatro Municipal Pedro Parenti
Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (para estudantes, servidores, idosos e classe artística, mediante comprovação)
Sinopse: O espetáculo narra o encontro de um desiludido escritor, com uma criança que chora por que perdeu sua boneca. Para alegrá-la, inventa uma história dizendo que a boneca não se perdera, mas que estava apenas viajando. Resolve, então, criar cartas imaginárias escritas pela boneca, endereçadas à menina, contando sobre as aventuras em suas viagens, transformando-se, assim, em um carteiro de bonecas viajantes.

Assessoria de Imprensa - SMC