1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Outubro

Mais de 100 jovens aprendizes assistem ao documentário “Caminhos da Aprendizagem” na 35ª Feira do Livro

Sessão foi organizada pela Competi e pelo Fórum de Aprendizagem Profissional da Serra Gaúcha

Publicada dia

A Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil (Competi) e o Fórum de Aprendizagem Profissional da Serra Gaúcha exibiram, nesta terça-feira (02/10), o documentário “Caminhos da Aprendizagem” para mais de 100 jovens aprendizes. A Galeria de Arte Gerd Bornheim, na Casa da Cultura, ficou lotada de adolescentes que, após a exibição do curta, partilharam suas experiências em uma roda de conversa. O encontro fez parte da 35ª Feira do Livro de Caxias do Sul.

O documentário aborda os diversos caminhos da educação e aprendizagem profissional para o combate ao trabalho infantil. A auditora fiscal do trabalho, Denise Brambilla, e a procuradora do trabalho, Amanda Broecker, estavam presentes no evento e puderam compartilhar o lado jurídico e legal sobre a aprendizagem profissional.

“É muito gratificante ver a aprendizagem profissional na prática e conhecer alguns adolescentes e jovens que estão se desenvolvendo e criando um futuro melhor para a sociedade. A iniciativa, além de contribuir com o aprendizado deles, contribui com a sociedade e com as empresas, porque estão formando mão de obra qualificada. Presenciar os jovens falando o quanto as empresas e entidades formadoras estão modificando suas vidas faz com que o nosso trabalho tenha um significado ainda maior”, relata a procuradora.

Uma das adolescentes que partilhou sua experiência na roda de conversa foi a estudante Natália Bonatto, 15 anos. Ela está finalizando o curso de Gestão, Vendas e Atendimento como jovem aprendiz, pelo Centro de Formação Profissional Murialdo. “Esse curso foi uma conquista muito grande para mim, desde o momento que eu botei os pés lá dentro eu mantive em minha cabeça que ia conseguir alcançar todos os meus objetivos, dando o meu máximo. Fazer isso foi muito importante porque estou me superando todos os dias. Futuramente, sei que tudo o que eu aprendi no curso me ajudará em muitas coisas, como na escolha de uma faculdade que tenha a ver com o que já estudo e pretendo seguir”, ressalta Natália.

Também estiveram presentes alguns adolescentes que estão em Medida Socioeducativa de Prestação de Serviço à Comunidade (PSC). Eles estavam acompanhados pela educadora social do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Norte, Franciele Lenzi, e assistiram à exibição do documentário como uma atividade que integra o trabalho desenvolvido com eles pela equipe técnica do serviço.

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Foto por Veronice Paim

Foto por Veronice Paim

Foto por Veronice Paim

Assessoria de Imprensa - FAS