1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Outubro

Prefeitura de Caxias do Sul obtém dois votos favoráveis no Caso Magnabosco

Ministro Gurgel de Faria do STJ pediu vistas do processo nesta quarta-feira

Atualizada dia

A Prefeitura de Caxias do Sul obteve dois votos favoráveis no julgamento do Caso Magnabosco, nesta quarta-feira (09/10), no Superior Tribunal de Justiça (STJ) em Brasília. O ministro Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin deu parcial procedência para a ação do Município, reduzindo a maior parte do valor da dívida. Com isso, determinaria a indenização apenas das ruas e eventuais benfeitorias públicas realizadas na área pelo Município. O voto dele foi acompanhado pelo o do ministro Sérgio Kukina.

Já a ministra Regina Helena Costa votou com o relator, totalizando 3 votos a 2 em prol da Família Magnabosco. Agora, resta apenas um voto: o do ministro Luiz Alberto Gurgel de Faria, que pediu vistas do processo. Ele tem até 60 dias para proferir seu voto. Em caso de empate, a decisão ficará com o presidente do STJ, o ministro Mauro Campbell Marques.

“A votação ocorrida em Brasília, em que pese que não tenha concluído o julgamento, se mostrou mais próxima de uma decisão favorável ao Município, pois, além de conseguirmos dois votos favoráveis, o discurso do ministro Herman foi muito bem fundamentado em relação à responsabilização do Município. O pedido de vistas é motivo de comemoração para o Município, já que os votos que virão a seguir serão melhor avaliados”, explicou Dra. Cássia Kuhn, Procuradora-Geral do Município.

Assessoria de Imprensa - Prefeitura de Caxias do Sul