1. Início
  2. Notícias
  3. 2019
  4. Novembro

Prefeitura apoia realização de Feira da Aprendizagem Profissional na próxima semana

Mais de três mil aprendizes, autoridades e visitantes são esperados no evento que ocorre nos dias 28 e 29/11

Publicada dia

O Centro de Eventos dos Pavilhões da Festa da Uva recebe na próxima semana a primeira edição da Feira da Aprendizagem Profissional da Serra Gaúcha, evento que busca promover os programas de contratação de jovens aprendizes da região. Nos dias 28 e 29/11 são esperados cerca de três mil visitantes, entre aprendizes, empresários, autoridades e público em geral. Uma reunião nesta sexta-feira (22/11), no local da Feira, contou com a presença de representantes das instituições organizadoras do evento e definiu os últimos detalhes de estrutura, cronograma de atividades e de mobilização.

Ao longo da programação, os jovens mostrarão experiências e conhecimentos obtidos no decorrer do Programa Jovem Aprendiz. As entidades formadoras e apoiadoras também mostrarão seus trabalhos com os aprendizes e a atuação na cidade ou na região do ponto de vista econômico e social. A Feira é promovida pelo Fórum de Aprendizagem Profissional da Serra Gaúcha, colegiado que reúne órgãos públicos, instituições formadoras e empresas para a garantia do atendimento aos requisitos da lei federal 10.097, de 2000 (Lei do Jovem Aprendiz).

Além de integrante do Fórum, a Prefeitura de Caxias do Sul prestará apoio na realização do evento por meio da ação de vários órgãos da administração direta e indireta. Na área de exposição do Centro de Eventos, as secretarias municipais do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Emprego (Sdete), da Educação (Smed) e de Segurança Pública e Proteção Social (SMSPPS) divulgarão as ações do poder público municipal no apoio a esses programas e as políticas de inclusão de jovens no mercado de trabalho e acesso à educação.

Estarão expondo ainda os trabalhos desenvolvidos na área da assistência social e do combate ao trabalho infantil a Fundação de Assistência Social (FAS) e os integrantes da Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho Infantil (Competi). As secretarias municipais da Cultura (SMC) e do Turismo (Semtur), Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) e Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) também apoiam a organização do evento.

Programação e ações paralelas

A programação da Feira se desenvolverá das 9h às 20h da quinta-feira (28/11), e das 9h às 17h da sexta (29/11). Junto à exposição institucional das entidades participantes ainda estão programadas apresentações culturais de jovens aprendizes e de artistas do movimento hip hop, além de audiências coletivas com empresários.

Será ainda lançado o livro do primeiro Concurso Literário e de Imagens dos Aprendizes da Serra Gaúcha. O trabalho contou com a inscrição de 73 obras de jovens e foi financiado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) com apoio da prefeitura na seleção e avaliação dos trabalhos.

“Todas as ações construídas para a confecção do livro e para a promoção da Feira foram desenvolvidas de forma colaborativa entre todas as instituições parceiras. Um símbolo da integração e do engajamento em prol da aprendizagem profissional, com o qual queremos contagiar mais pessoas e empresas a apoiarem essas iniciativas de inclusão qualificada de jovens no mundo do trabalho”, destaca Lucas Guarnieri, titular da Coordenadoria da Juventude, vinculada à SMSPPS, que participa da equipe de organização da Feira.

De forma paralela, algumas ações também terão lugar no Centro de Eventos, ampliando a abrangência de atividades. No dia 28, a Coordenadoria da Juventude recepcionará o 7º Encontro dos Gestores Municipais de políticas para jovens, com atividades na Casa Institucional da Prefeitura no Parque da Festa da Uva. Uma reunião conjunta dos conselhos municipais da Juventude (Comjuve) e dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica) debaterá a importância das ações de promoção da aprendizagem na garantia do acesso ao trabalho digno. E o atendimento da Delegacia Móvel, que faz parte da campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra a Mulher, promovida pela Rede de Proteção à Mulher e pela SMSPPS, também integrará esse conjunto de ações paralelas.

Sensibilização para cumprimento da Lei do Aprendiz

Conforme a Coordenadora da Aprendizagem no Rio Grande do Sul e auditora fiscal do Trabalho, Denise Brambilla González, o objetivo é sensibilizar o empresariado a abraçar a proposta de abrir cotas para atender à chamada Lei da Aprendizagem. No entendimento da auditora, a capacidade de vagas para a juventude pode ir muito além do que se encontra em vigor. Na esfera nacional, o potencial, em seu mínimo de 5%, seria de aproximadamente de um milhão de aprendizes. Entretanto, estão contratados 50% desse número. Em Caxias do Sul, existem atualmente cerca de três mil aprendizes contratados. O maior percentual está na indústria, seguida pelo comércio e serviços, transportes, rurais e cooperativas.

Dentro do que estabelece a lei, em Caxias do Sul, ainda faltariam 1.313 aprendizes para serem contratados. “O ideal seria que os empresários da Serra Gaúcha estivessem convencidos de que a aprendizagem profissional resolveria vários problemas não só para o jovem, mas para a família e para a sociedade, porque isso tudo se reflete nas empresas. Se o jovem estiver sendo preparado para o trabalho e recebendo meio piso salarial, estará, também, fazendo circular a economia da região. E, no final do curso, ele tem a oportunidade de escolher ser um empregado qualificado ou até mesmo um empreendedor jovem”, frisa Denise, lembrado que, pela Constituição Federal, a qualificação profissional da juventude é dever de todos: Estado, família e sociedade.

Embora não tenha ainda atingido percentual total de aprendizes, a auditora observa que, em Caxias do Sul, já existe uma cultura consolidada na aprendizagem profissional. Foi o terceiro município do país a construir uma escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), a unidade Nilo Peçanha. Hoje, além do Sistema “S” (Senai/Senac/Senar/Senat/Sescoop), podem ser entidades formadoras de aprendizagem profissional as escolas técnicas e as entidades sem fins lucrativos com o cadastro no Ministério da Economia e a devida validação do governo federal.

Assessoria de Imprensa - SMSPPS