1. Início
  2. Notícias
  3. 2020
  4. Março

Paulo Périco apresenta planejamento e ações da Secretaria da Cultura em 2020

Orçamento desse ano para a pasta é de R$ 12.419.345,96

Atualizada dia

Na manhã desta terça-feira (10/03), o secretário da Cultura, Paulo Périco, apresentou, à imprensa, o panorama da SMC para 2020, em coletiva realizada no Salão Nobre do Centro Administrativo. Conforme Périco, neste ano, a Cultura terá um orçamento de R$ 12.419.345,96, o que corresponde a R$ 560.185,95 a menos do que em 2019.

Além disso, com o orçamento previsto para 2020, a Secretaria da Cultura precisou arcar com o valor de R$ 73.948,00, relativos a gastos realizados pela gestão passada e que não foram pagos no exercício de 2019. Em virtude destes gastos, restou para o orçamento de 2020 da pasta R$ 12.345.397,96, que deverão ser investidos nas mais diversas iniciativas das 16 unidades de responsabilidade da Cultura, bem como folha de pagamento do servidores da SMC.

Além dos valores relativos ao orçamento da SMC, Périco antecipou algumas iniciativas que vão ocorrer até o final do ano na Cultura. A Secretaria está em fase final do projeto de lei “Cultura melhor: sociedade melhor” que será encaminhado à Câmara de Vereadores. Esse projeto consiste em incentivar pessoas físicas e jurídicas a se tornarem parceiras do Poder Público. A participação da iniciativa privada poderá ser feita por meio da aquisição e doação de materiais, móveis, equipamentos eletrônicos e de informática, além de obras de manutenção, conservação, reforma, construção de muros e ampliação de prédios, ou outras ações que visem beneficiar os prédios municipais.

“A adesão ao programa por pessoas físicas e jurídicas não trará ônus de qualquer natureza ao Poder Público Municipal. Este projeto é um ato de parceria e solidariedade com o Município e com a comunidade”, argumenta Périco.

Além disso, Périco anunciou o projeto “Roteiro Cultural para Escolas”. O projeto consiste em desenvolver atividades na Casa da Cultura Percy Vargas de Abreu e Lima e no Centro de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho, como oficinas artísticas, visitas guidas e mediadas, sessões de cinema, entre outras para atender as instituições de ensino públicas e privadas. O objetivo é aproximar esses espaços do ambiente escolar, garantindo que as instituições possam utilizar esses locais para diferentes atividades.

Outras iniciativas previstas para 2020 são a digitalização da Sala de Cinema Ulysses Geremia, que garantirá uma ampliação no catálogo de filmes exibidos para a comunidade; a atualização do GeoCaxias com as informações relacionadas aos bens tombados e inventariados para acesso de toda a comunidade, este levantamento é coordenado pela Divisão de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural de Caxias do Sul; e a coordenação, apoio e participação em atividades como Semana Farroupilha e Parada Livre, que na última gestão não contava com a participação da Administração Municipal.

As ações do Departamento do Livro e da Leitura também foram destacadas. Para este ano, estão previstas a 54ª edição do Concurso Anual Literário, 20º Tapete Mágico, mais uma edição do Passaporte da Leitura, Escritor na Comunidade e a 36ª Feira do Livro de Caxias do Sul. Neste ano, Feira será realizada de 25 de setembro a 12 de outubro, na praça Dante Alighieri.

Foram destacadas ainda as ações como o Projeto Imagens em Movimento, que serão digitalizados (telecinados) 28 filmes do Acervo do Arquivo Histórico Municipal, com variados temas, como: Obras e Inaugurações da Prefeitura Municipal, Festas da Uva. Além de colóquios sobre diversos temas e assuntos ligados ao patrimônio e acervo da instituição e a 6ª Noite no Arquivo.

Já a Divisão de Museus está passando por uma reestruturação nas áreas de produção e pesquisa de conhecimento, por meio de elaboração de livros temáticos de cada espaço museológico, ações para higienização e cuidado do acervo museológico e qualificação no atendimento e visitas mediadas dos museus.

Já Unidade de Artes Visuais abrirá edital para Convocatória de Arte a partir de 16 de março. O edital é destinado a selecionar propostas artísticas que ocuparão a Galeria de Artes e a Sala de Exposições do Centro de Cultura Ordovás no segundo semestre de 2020. Além disso, está previsto o projeto “Temos que falar sobre” que consiste em promover encontros para debates sobre temas como: a pichação, o grafite, a apropriação cultural, a moda, a curadoria e etc, trazendo olhares diversos e percepções para aprimorar a discussão e o fazer pensar do público participante.

Por fim, o calendário de atividades nas diferentes Unidades da SMC foi apresentado. A SMC terá participação na Festa da Colheita e vai promover a Semana do Artesanato, Praça em Festa na praça Estação Cidadania – Cultura , Mostra de Teatro Estudantil, entre outros durante o ano.

Foto por Andressa Gallo