1. Início
  2. Notícias
  3. 2020
  4. Junho

Coronavírus: Secretaria da Saúde amplia grupos de testagens

Pessoas acima de 50 anos, gestantes e puérperas sintomáticas podem realizar teste nas UBSs

Atualizada dia

A Prefeitura de Caxias do Sul, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), amplia testagens para diagnosticar a Covid-19. A partir desta segunda-feira (15/06), pessoas acima de 50 anos, gestantes e puérperas com sintomas gripais podem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência ou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central para consulta médica e realização do teste. No fluxo estabelecido pela Vigilância Epidemiológica, em usuários que apresentem sintomas há mais de 10 dias será realizado o teste rápido. Caso os sintomas sejam mais recentes, o paciente será orientado a permanecer em isolamento domiciliar e retornar após o 14º dia do início dos sintomas para realização do teste rápido. A UBS fará monitoramento telefônico durante os 14 dias. Se houver piora clínica, a equipe médica solicitará avaliação presencial.

Se o início dos sintomas for, no máximo, há 7 dias, a equipe da UBS fará agendamento para coleta a domicílio do RT-PCR. Se for na UPA Central, a equipe coleta e avisa a UBS de referência para monitoramento do caso.

Confira os grupos, com sintomologia, que podem realizar PCR ou teste rápido pelo SUS:

- Gestantes;

- Puérperas;

- Profissionais que trabalhem em veículos de transporte de cargas e transporte coletivo de passageiros;

- Trabalhadores de estabelecimentos de saúde que atendem pacientes com SG/SRAG e da Vigilância em Saúde;

- Trabalhadores da administração penitenciária que exerçam atividades operacionais e aqueles da área da saúde dessas instituições;

- Trabalhadores da segurança pública - Brigada Militar, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito, Instituto Geral de Perícias e Polícia Civil;

- Trabalhadores da Assistência Social - CRAS, CREAS, ação de rua ou outras equipes municipais que desenvolvam trabalho específico para população em situação de rua;

- Trabalhadores do sistema de garantia dos direitos da criança e do adolescente (trabalhadores dos conselhos tutelares, de instituições de acolhimento institucional de crianças e adolescentes (abrigos), trabalhadores do sistema socioeducativo (FASE e CASES);

- População quilombola e indígena (lembrando que Caxias do Sul não tem oficialmente essas populações conforme censo do IBGE).

Foto por Andréia Copini