1. Início
  2. Notícias
  3. 2020
  4. Junho

Primeiro paciente a receber transfusão de plasma no Estado deixa UTI

Garibaldense Tarcísio Giongo, 63 anos, foi transferido para o quarto nesta segunda-feira

Atualizada dia

Após mais de um mês internado na UTI do Hospital Virvi Ramos e já recuperado da Covid-19 após dois testes PCR negativos realizados recentemente, Tarcísio Giongo, 63 anos, morador de Garibaldi, foi transferido para o quarto no fim da tarde desta segunda-feira, 15 de junho.

Do lado de fora da UTI, a esposa Neusa, a filha Andressa, o filho Anderson e a namorada dele, Thiele, aguardavam ansiosos a saída de Tarcísio. Pouco antes dele sair, uma surpresa. Um encontro com o doador do plasma, o biomédico e pesquisador Fábio Klamt, 44 anos, que fez questão de conhecer pessoalmente a família e aquele que recebeu seu plasma na recuperação da Covid-19.

Ao sair na cadeira de rodas, carregando um cartaz que dizia ‘Eu venci a Covid-19’, Tarcísio emocionou a todos, que o aplaudiam pela vitória. Ele foi para o quarto no setor 400 do Hospital Virvi Ramos e nos próximos dias poderá receber alta se seguir com o quadro clínico em evolução.

Klamt, o doador, que fez questão de vir de Porto Alegre para acompanhar a saída de Tarcísio da UTI, aproveitou a vinda para fazer uma nova doação de plasma ao Hemocs. Foram coletados mais 600ml que poderão ser utilizados em novas transfusões.

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Foto por Andréia Copini

Foto por Andréia Copini

Foto por Andréia Copini

Nova transfusão de plasma convalescente é realizada em paciente diagnosticado com a Covid-19
Homem de 40 anos, morador de Caxias do Sul, é o quarto a passar pelo procedimento

O Hospital Virvi Ramos realizou na tarde desta segunda-feira, 15 de junho, a quarta transfusão de plasma convalescente. O paciente que recebeu a transfusão é um homem de 40 anos, morador de Caxias do Sul, com histórico de obesidade.

Diagnosticado Covid-19, ele começou a apresentar sintomas da doença no dia 09 de junho. Dia 11, foi internado no Hospital Geral e hoje foi transferido de lá para a UTI do Hospital Virvi Ramos.

Com consentimento da família, a equipe médica solicitou o plasma ao Hemocentro e realizou a transfusão nesta tarde. O paciente recebeu duas bolsas de plasma, uma de 194ml e outra de 199 ml. O procedimento iniciou às 15h e terminou 15h30min, sem intercorrências. A equipe monitora o paciente e acompanha as respostas do tratamento.

O plasma foi coletado pelo Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) no dia 12 de junho. O doador é um homem de 49 anos, morador de Caxias do Sul, há 70 dias recuperado da doença.

Essa é a quarta transfusão de plasma convalescente na tentativa de auxiliar a criar anticorpos em um paciente diagnosticado com Covid-19 do Hospital. A primeira ocorreu em 26 de maio, em um paciente de 63 anos, morador de Garibaldi, já recuperado da Covid-19 após dois testes PCR negativos e que deixou a UTI hoje, transferido para o quarto. A segunda aconteceu na noite de quinta-feira, 11 de junho, em uma mulher de 33 anos, de Caxias do Sul. Ela já apresenta alguma melhora pulmonar e hoje os médicos começaram a diminuir a sedação. O terceiro a receber a transfusão, um homem de 64 anos, que reside em Caxias do Sul, recebeu hoje também uma segunda bolsa de plasma.

Desde o início da campanha de doação de plasma, o Hemocs já recebeu 36 candidatos, 30 homens e seis mulheres. Desses, as seis mulheres e três homens foram excluídos por não se enquadrarem nos requisitos. Até o momento, já foram feitas quatro doações, sendo duas pelo mesmo doador.

A seleção dos doadores de plasma passa por avaliação rigorosa. Neste momento, as pessoas que podem doar são homens, de no mínimo 18 e no máximo 60 anos, que foram infectados pelo coronavírus, tiveram Covid-19 confirmada por meio do teste PCR, estão há mais de 28 dias recuperados, sem sintomas da doença e não apresentam outras doenças infecciosas.

O Hemocs faz triagem e coleta dos interessados e as destina aos hospitais que tiverem protocolo de estudo para uso. Em Caxias do Sul, apenas o Virvi Ramos está habilitado até o momento, inclusive com projeto aprovado pelo CONEP - Comissão Nacional de Ética em Pesquisa.

As doações precisam ser agendadas pelos telefones (54) 3290-4543 e (54) 3290-4580ou por meio do whatsapp (54) 984188487. O Hemocs atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h30min às 17h30min e aos sábados das 8h até 12h, na rua Ernesto Alves,2260, ao lado da UPA Central.