1. Início
  2. Notícias
  3. 2020
  4. Julho

Caxias do Sul continua sendo uma das cidades menos afetadas pela pandemia

Enquanto a letalidade no Estado é de 2,6%, o índice da cidade é de 1,8%

Atualizada dia

Caxias do Sul, mesmo com o aumento expressivo dos casos de contaminados pelo coronavírus, continua sendo uma das cidades menos afetadas pela pandemia, segundo levantamento do Governo do Estado. Enquanto a taxa de letalidade do Rio Grande do Sul é de 2,6%, nesse indicador, Caxias registra 1,8%. A letalidade é calculada pela proporção de óbitos em relação ao total de casos na cidade. Outras cidades da região, como Bento Gonçalves, aparece acima da média gaúcha, com 2,8% de letalidade.

Em uma análise da região sul do país, em cidades que possuem população na faixa de 500 e 600 mil pessoas, tendo por base a estimativa populacional do IBGE de 2019, Caxias do Sul também registra os menores números. Até 14 de julho, Caxias do Sul tinha 1.799 casos e 31 óbitos registrados. Joinville aparece com 4.146 positivos e 64 mortes em decorrência da Covid-19. Já Florianópolis, também em Santa Catarina, registra 3.290 casos e 32 óbitos. Em Londrina, no Paraná, são 2.057 pessoas contaminadas com o vírus e 97 que faleceram ao contrair a doença.

Segundo o secretário Municipal da Saúde, Jorge Olavo Hahn Castro, o aumento dos casos já era esperado. "Tínhamos uma projeção de que 10% da população irá ser infectada pelo vírus, ou seja, em torno de 50 mil pessoas. Há quatro meses desde o primeiro caso registrado na cidade não chegamos ainda aos dois mil contaminados. Esses números são bastante significativos para uma cidade do tamanho de Caxias".

Castro também pede que a população continue colaborando. "Os próximos dias serão muito impactantes para a saúde da cidade. Quem puder, fique em casa. Quem não puder, reforce a higienização das mãos e use sempre a máscara".