1. Início
  2. Notícias
  3. 2021
  4. Maio

Núcleo de Justiça Restaurativa promove Semana do Papo Reto

Ação promove atividades de diálogo a jovens em medida socioeducativa

Atualizada dia

A Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social, por meio do Núcleo de Justiça Restaurativa e em parceria com a Fundação de Atendimento Socioeducativo, realizou nos dias 17 e 19 de maio Círculos de Construção de Paz com os socioeducandos do Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) de Caxias do Sul. A atividade denominada “Círculos de Papo Reto” ocorreu em quatro encontros, sediados na biblioteca da Escola Estadual Paulo Freire. Foram respeitados os protocolos vigentes de prevenção à covid-19.

Os círculos tiveram por objetivo ouvir os socioeducandos acerca de seus anseios, predileções e expectativas. Através da escuta ativa, respeitosa e empática, os jovens puderam refletir sobre a sua medida socioeducativa de internação (privação de liberdade), bem como os impactos da pandemia em suas vidas e perspectivas de futuro.

A Assistente de Direção do CASE, Marilene Sandra Schuster Zagonel, demonstrou gratidão pelo trabalho realizado. “Eu agradeço a disponibilidade dos facilitadores e de toda a equipe do Núcleo de JR de Caxias do Sul, nesta ação aqui no CASE. Os jovens gostaram, e todos nós nos beneficiamos dos círculos, pois eles trabalham valores necessários para as relações humanas. Estaremos sempre de braços abertos para receber pessoas que acreditam e valorizam o nosso trabalho, trazendo momentos como esse. Só tenho a agradecer esta parceria”.

Conforme avaliação da Pedagoga do CASE, Tanisa Fernanda Benati, os adolescentes internados durante a pandemia estão cumprindo um regime mais punitivo que o normal, dada a privação de liberdade sem visitas familiares. Dessa forma, ações como os Círculos se tornam ainda mais relevantes. “Todos os participantes valorizaram e adoraram essa ação. Em um momento tão difícil como o que estamos vivendo, com a pandemia, distanciamento e privação, os círculos trazem afeto, acolhimento e a oportunidade de aperfeiçoar a empatia”, ressalta.

Para K. B. R., participar do círculo foi uma novidade. “Eu nunca tinha participado nesse 1 ano em que estou no CASE. Conheci muitos guris, mas no Círculo pude escutar histórias que eles não falam no dia a dia. Tive também uma oportunidade de me expor. Seria mais bacana se tivesse mais vezes os círculos”, aponta.

A Coordenadora do Núcleo de Justiça Restaurativa de Caxias do Sul, Débora Adriana Schmidt, atuou como facilitadora, em conjunto com a equipe dos servidores do Programa Municipal de Pacificação Restaurativa, Délcio Cruz Junior, Franciele Lenzi Ferreira e Rodolfo Pizzi. Débora destaca a importância do espaço de escuta ativa, que estabelece um diálogo eficiente entre os facilitadores e os jovens, que puderam refletir sobre a sua medida socioeducativa e vislumbrar perspectivas positivas de futuro.

O projeto “Círculos de Papo Reto” poderá ainda ser estendido à equipe de trabalho do CASE, bem como aos pais e/ou familiares dos socioeducandos, a fim de discutir questões da adolescência, socioeducação e parentalidade de forma franca e sem preconceitos.

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Foto por Divulgação/Núcleo de Justiça Restaurativa

Foto por Divulgação/Núcleo de Justiça Restaurativa

Foto por Divulgação/Núcleo de Justiça Restaurativa