1. Início
  2. Notícias
  3. 2021
  4. Setembro

Pacificação Restaurativa reforça formação de facilitadores

Novo treinamento preparou para atuações em situações menos complexas

Atualizada dia

De 21 a 23 de setembro, o Programa Municipal de Pacificação Restaurativa, ligado à Secretaria de Segurança Pública e Proteção Social, promoveu a formação de novos facilitadores para Círculos de Construção de Paz com ênfase em situações menos complexas. O curso teve as presenças de servidores das secretarias de Segurança Pública e Proteção Social, e de Recursos Humanos e Logística, integrantes do programa Bem Viver e demais parceiros interessados na temática. Caxias do Sul dispõe de 19 novos facilitadores, que receberão os certificados na VI Semana de Justiça Restaurativa de Caxias do Sul, a ser realizada entre os dias 16 e 19 de novembro.

A iniciativa teve o apoio da Faculdade IDEAU, parceira do programa, que cedeu o espaço; da Secretaria do Meio Ambiente e do Horto Municipal, que proporcionaram as mudas de flores como lembrança aos participantes; e do Samae, com fornecimento de copos de água. A formação foi ministrada pelos instrutores Délcio Cruz Junior, Rodolfo Pizzi e pela coordenadora do programa, Débora Adriana Schmidt.

Participante do último dia da formação, a vice-prefeita Paula Ioris manifestou satisfação por ver a concretização de mais uma meta do plano de governo, com a reinstalação e o fortalecimento do programa Caxias da Paz, e a formação de novos multiplicadores. “Fico feliz em ver que este grupo inclui pessoas de diversas áreas, inclusive servidores. Além dos projetos que temos como subsídio do desenvolvimento das pessoas, teremos a possibilidade de aplicar essa metodologia de trabalho também nas equipes no serviço público”, assinalou.

A vice-prefeita acrescentou que, para haver entregas, é preciso ter em mente que, além de oferecer conhecimento, é preciso proporcionar estrutura de reflexão e de autoconhecimento às pessoas, ou seja, o desenvolvimento intelectual e o emocional. “São ferramentas que proporcionam um bom clima de trabalho e fortalecem uma equipe”, manifestou.

A coordenadora do programa afirmou que os Círculos de Construção de Paz oportunizam momentos de vivência e servem como metodologia para melhorar as relações interpessoais. Entende que o aprendizado torna as pessoas instrumentos para difundir a cultura de paz, expandir a linguagem do coração e viabilizar práticas restaurativas. “Isto se realiza em encontros alimentados por harmonia, imparcialidade e escuta qualificada, com destaque para as potências individuais e coletivas das pessoas envolvidas”, manifesta Débora Schmidt. Ainda relaciona como fundamentais a dignidade, o respeito nas relações, a autonomia e, principalmente, o protagonismo social. “Podemos estar inseridos em diversos segmentos, nos quais somos os agentes que buscam a mudança e a construção de um mundo melhor e restaurativo”, ressaltou.

Participante da formação, a servidora da Prefeitura, Jaqueline Martins Silveira, definiu os círculos como uma ferramenta simples e potente para construção de vínculos, reflexões transformadoras e resolução de conflitos. “Acredito que a construção de uma sociedade melhor e mais pacífica passa pelo desenvolvimento de relações mais saudáveis e que só criamos vínculos verdadeiros com aquilo que reconhecemos como igual. Pelo poder da fala e do desenvolvimento da escuta verdadeira que os círculos propiciam, conseguimos perceber que o outro não é diferente de nós. Isso nos fortalece na individualidade, ao mesmo tempo em que nos aproxima das outras pessoas”, avaliou. Também participante, o oficial da reserva da Brigada Militar, Jorge Emerson Ribas, enfatizou que o Programa Caxias da Paz tem efetivo potencial para interferir positivamente na melhoria do ambiente social, contribuindo para a prevenção e resolução pacífica dos conflitos sociais.

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Foto por Prefeitura de Caxias do Sul

Foto por Prefeitura de Caxias do Sul

Foto por Prefeitura de Caxias do Sul