1. Início
  2. Notícias
  3. 2021
  4. Novembro

Hemocs destaca Semana Nacional do Doador de Sangue e convida comunidade a ajudar

Um único doador pode salvar até quatro vidas

Publicada dia

Entre 23 e 30 de novembro, o Hemocentro Regional de Caxias do Sul (Hemocs) celebra a Semana Nacional do Doador de Sangue e convida os caxienses a aderirem à corrente do bem para salvar vidas. Especialmente nesta semana, a comunidade está convidada e entrar em contato com o Hemocs e marcar um horário para fazer uma doação, que em poucos minutos é capaz de salvar até quatro vidas. Na quinta-feira (25/11), é lembrado o Dia Nacional do Doador de Sangue.

Em média cerca de 1,2 mil pessoas procuram o Hemocs todos os meses para doar, mas o Hemocs precisa ampliar esse número, já que cerca de 20% não conseguem efetivar a coleta por algum impedimento na triagem, como alterações na pressão arterial e anemias, que são os casos mais comuns. Para operar em situação de tranquilidade, o Hemocentro necessita que pelo menos 60 pessoas doem sangue por dia, de segunda a sábado. Atualmente, a demanda maior é pelos tipos O+ e A+, embora toda a ajuda seja bem-vinda. O sangue mais raro é o de fator O-, por ser doador universal.

"É direito de todo cidadão brasileiro, garantido pelo Sistema Único de Saúde, a segurança transfusional, que é o acesso de forma ágil e segura a componentes sanguíneos de qualidade sempre que preciso for. E é papel do Hemocs garantir esse direito para as pessoas atendidas no SUS nos 49 municípios de abrangência. A doação de sangue é um pacto de solidariedade que uma comunidade têm consigo mesma, porque é ela mesma que vai utilizar deste recurso de saúde pública. Garantir a qualidade e a manutenção dos estoques de sangue na região é responsabilidade de todos nós, porque todos nós somos os beneficiários diretos dessa política de hemoterapia", explica Rafael Moreira, assistente social do Hemocs.

O Hemocs não atende apenas a Caxias do Sul: no total são 49 municípios, somando cerca de 1,3 milhão de habitantes. Para ampliar a quantia de bolsas coletadas, o Hemocentro prepara a retomada das ações com unidade móvel, que esteve suspensa em função da pandemia e contou com uma ação-teste no último dia 6, quando uma mobilização com academias do bairro Cruzeiro conseguiu agendar 40 doadores. O ônibus do Hemocentro do Estado do Rio Grande do Sul (Hemorgs) foi utilizado na ação, que ocorreu no salão da igreja do bairro. Além disso, o Hemocs conta com a parceria de instituições de municípios vizinhos, que buscam doadores nas suas comunidades. Recentemente, foram realizadas coletas em Farroupilha, Vacaria, Bento Gonçalves e Vila Flores. As próximas estão marcadas para 01/12, em Veranópolis, e 15/12, em Monte Belo do Sul.

“Toda ajuda é bem-vinda. Mas incentivamos muito as pessoas a criarem o hábito de continuarem doando, de fazerem desse ato um hábito em suas vidas. Só assim construiremos uma grande corrente de doações, que vai beneficiar a comunidade como um todo”, salienta Moreira.

Que fez a vacina contra a covid-19 pode doar, basta observar os intervalos necessários. Após fazer a vacina vacina Coronavac/Butantan, aguardar 48 horas para doar; e após fazer as vacinas Pfizer/BioNTech, Astrazeneca/Oxford/Fiocruz ou Janssen, aguardar sete dias.

Agende sua doação:

  • Envie um WhatsApp para (54) 98418.8487 ou ligue para (54) 3290-4543 e 3290-4536.
  • O Hemocs atende nos seguintes dias e horários: segunda e quarta-feira, das 8h às 19h, sem fechar ao meio dia. Terça, quinta e sexta-feira, das 8h às 17h, também sem fechar ao meio dia e, aos sábados, das 8h até 12h, na Rua Ernesto Alves, 2260, ao lado da UPA Central.
  • Você também pode comparecer de forma espontânea.

Informações sobre a doação:

O doador deve:

• Apresentar documento oficial com foto;

• Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;

• Pesar mais de 50 kg;

• Doadores com idade de 16 e 17 anos devem apresentar a autorização formal dos pais e/ou responsável legal, acompanhado de cópia da carteira de trabalho ou cópia da identidade do responsável.

Antes da doação recomenda-se:

• Estar bem de saúde;

• Estar alimentado, porém evitar refeições pesadas (gordurosas) nas três horas que antecedem a doação;

• Não fumar duas horas antes da doação;

• Não ingerir bebida alcoólica nas últimas 12h.

Intervalo para doações:

Mulheres podem doar a cada três meses, não ultrapassando três doações em um ano. Homens podem doar sangue a cada dois meses, não ultrapassando quatro doações em um ano.

Foto por Cristiane Barcelos