1. Início
  2. Notícias
  3. 2022
  4. Abril

Caxias do Sul registra cinco casos de dengue e 493 focos do mosquito transmissor

Das cinco pessoas contaminadas, duas contraíram a doença na cidade

Publicada dia

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Caxias do Sul informa que o município registra cinco casos de dengue, sendo dois autóctones (contraídos no município) e três importados (residentes de Caxias que contraíram a doença em viagem a outras cidades). Já o número de focos do mosquito transmissor subiu para 493 até esta quinta-feira (07/04). Também há 24 casos suspeitos da doença aguardando laudo por parte do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado do Rio Grande do Sul (Lacen).

O último caso de dengue autóctone é de morador que apresentou sintomas no final de março, mas não precisou ser hospitalizado. A Secretaria da Saúde, por meio da Vigilância Ambiental em Saúde, reforça que a reprodução do mosquito transmissor, o Aedes aegypti, se dá em água parada. Por isso, é essencial que cada morador revise atentamente sua residência ou empresa em busca de locais que acumulem água, como baldes, bacias, caixas d’água não fechadas, pneus ou recipientes em geral.

A SMS também orienta que pessoas com sintomas procurem atendimento médico, o que é essencial para que novos casos possam ser identificados e tratados. Os sintomas são febre, dores musculares, dor de cabeça e atrás dos olhos, diarreia, ou seja, alguns são semelhantes aos da covid-19. Podem ocorrer também erupções vermelhas na pele, vômitos e sangramentos.

Em todo o ano passado, Caxias do Sul registrou 209 focos do mosquito transmissor da dengue, menos da metade do contabilizado até o momento em 2022. Antes deste ano, Caxias só havia registrados casos autóctones da doença em 2020.

Foto por Vigilância Ambiental em Saúde