1. Início
  2. Notícias
  3. 2022
  4. Maio

Prefeitura subsidiou 168 mil passagens do transporte coletivo em abril

Valor destinado ao sistema para garantir tarifa reduzida à comunidade superou R$ 160 mil

Atualizada dia

A Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) divulgou os dados referentes ao subsídio do transporte coletivo público urbano em abril de 2022. De acordo com o secretário Alfonso Willenbring Júnior, o subsídio é destinado exclusivamente aos usuários do cartão de pessoa física Caxias Urbano e para garantir acesso ao sistema de transporte coletivo para pessoas cadastradas em situação de extrema pobreza junto ao Cadastro Único. O valor total subsidiado somou R$ 161.628,35.

Em abril de 2022, mais de 4 mil pessoas em situação de vulnerabilidade utilizaram os ônibus, totalizando subsídio de R$ 22.066. O cartão de pessoa física Caxias Urbano foi usado por 160.222 passageiros, resultando em subsídio de R$ 120.166,50 em razão do pagamento de valores de R$ 4,75. A SMTTM reforça que o cartão Caxias Urbano carregado com créditos oriundos de vale-transporte não recebe subsídio, uma vez que o benefício é descontado em folha salarial e o usuário já é favorecido, pois não paga a totalidade do valor da tarifa.

O subsídio também permite aos moradores dos distritos acesso ao transporte coletivo público urbano com a tarifa técnica de R$ 5,50, calculada para a área urbana. A diferença em relação ao valor da tarifa, que chega a R$ 16,50 em Vila Oliva, é paga pelo poder público. Em abril, o montante subsidiado pela Administração aos usuários dos distritos de Loreto, Santa Lúcia do Piaí, Vila Oliva e Fazenda Souza alcançou R$ 19.395,85, totalizando 3.786 passageiros.

As tarifas atuais são de R$ 4,50 em horários de pico e de R$ 3,50 durante a vigência da tarifa verde, das 9h às 11h e das 14h às 16h, para pagamento com o cartão de pessoa física Caxias Urbano. Em abril, a tarifa paga com o cartão de pessoa física Caxias Urbano foi de R$ 4,75. Para os demais usuários do sistema, com pagamento em dinheiro e vale-transporte, bem como para os residentes nos distritos atendidos pelo transporte coletivo, o valor é o da tarifa técnica, calculada em R$ 5,50. Os estudantes pagam R$ 2,75, equivalente a 50% da tarifa técnica.

O secretário Willenbring Júnior avalia que a tendência futura é de incremento dos valores subsidiados, seja pelo aumento do recurso destinado a cada passagem – em abril eram R$ 0,75 e, em maio, R$ 1,00 –, seja pela expectativa do crescimento no uso do sistema. “Vamos monitorar o movimento todos os meses para estabelecer ações futuras que tragam ainda mais benefícios aos usuários. Precisamos continuar com estratégias que atraiam mais passageiros”, ressaltou.

Foto por Rodrigo Rossi, Banco de Dados

SUBSÍDIO TRANSPORTE ABRIL 22
Publicado dia 13/05/2022 às 16:08