1. Início
  2. Notícias
  3. 2022
  4. Julho

Prefeito reivindica repasse de áreas do Estado ao Município

Aeroporto Hugo Cantergiani e área da Fepagro foram tratadas em audiência com o governador

Atualizada dia

O prefeito Adiló Didomenico reuniu-se com o governador Ranolfo Vieira Júnior, na tarde desta quinta-feira (28.07), no Palácio Piratini, em Porto Alegre. Acompanhado dos secretários de Parcerias Estratégicas, Maurício Batista da Silva, e da Agricultura, Rudimar Menegotto, tratou de temas relacionados ao Aeroporto Hugo Cantergiani e à área da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária (Fepagro), localizada em Fazenda Souza.

Na prática, o aeroporto é administrado pelo Município, mas a outorga junto ao governo federal ainda é do Estado. Foi entregue documento ao governador pedindo que o equipamento passe definitivamente ao Município. Atualmente, o Executivo caxiense tem um custo anual de cerca de R$ 1 milhão na operação, enquanto toda a receita do aeroporto fica com o Estado. “Seria possível fazermos investimentos no atual aeroporto a partir dos recursos gerados por ele mesmo e termos uma melhor estrutura, enquanto Vila Oliva não fica pronto”, explicou o secretário Maurício. O governador encaminhou o assunto para análise do procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa, e do secretário de Logística e Transportes, Luiz Gustavo de Souza, também presentes à reunião.

A outra pauta, já recorrente em outros encontros entre Prefeitura e Estado, é a cedência da área da antiga Fepagro, em Fazenda Souza. O secretário estadual da Agricultura em exercício, Rodrigo Rizzo, e o deputado estadual Neri, o Carteiro, que também tem acompanhado a pauta da Fepagro, estavam na reunião. O secretário Menegotto afirmou que todas as condições do Estado foram atendidas. Favorável à cedência, o governador solicitou análise jurídica do ato por ser ano eleitoral.

O prefeito Adiló e o deputado pediram a atenção do governador para três pautas da educação: o reparo do muro do Colégio Imigrante, agilidade na troca dos cabos de energia roubados na Escola Santa Catarina, para que as aulas retornem o mais breve possível, e a recuperação do telhado da Escola Alexandre Zattera. “São pautas do Estado, mas não significa que não podemos ajudar e pedir a atenção para essas questões”, explicou o prefeito.

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Foto por Bibiana Ribeiro Mendes

Foto por Bibiana Ribeiro Mendes

Foto por Bibiana Ribeiro Mendes