1. Início
  2. Notícias
  3. 2022
  4. Agosto

Iniciativa da Prefeitura que conjuga educação ambiental com arte e oficinas profissionalizantes se torna permanente

Projeto piloto envolvendo ações das secretarias municipais de Meio Ambiente (SEMMA), Habitação (SMH) e Educação (SMED) em parceria com a iniciativa privada levará pinturas e ilustrações de estudantes para as ruas da cidade

Atualizada dia

Nos próximos dias, quem transita pelas ruas de Caxias do Sul poderá descobrir o resultado de uma ação inédita da Prefeitura, que levará criações artísticas de estudantes da rede municipal para os canteiros de obras da Incorporadora Solus. O projeto conjugou esforços de três secretarias municipais com os insumos fornecidos pela empresa para a realização do trabalho. Um exemplo simples, prático e econômico de parceria entre o poder público e a iniciativa privada.

Desde o início do ano letivo, por meio do setor de Educação Ambiental, a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SEMMA) vinha desenvolvendo o projeto Despertar em conjunto com uma das 133 unidades de ensino da Secretaria Municipal de Educação (SMED), a Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Tancredo de Almeida Neves, no bairro Belo Horizonte. Em paralelo ao trabalho com conceitos de educação ambiental voltados à proteção animal, em particular, os cuidados e a adoção responsável, a garotada recebeu oficinas profissionalizantes de desenho e pintura. E colocou a mão nos pincéis.

O Banco de Materiais, vinculado à Secretaria Municipal de Habitação (SMH) entrou com uma parte das tintas. E o restante, além de equipamentos e dos painéis – que se converteram nas telas dos jovens artistas -, foi disponibilizado pela Solus. Que agora, ao invés de meros tapumes, terá uma galeria de arte ornando suas áreas de construção.

“A arte é amiga da alma e ajuda a entender os mais profundos sentimentos. É uma forma de sensibilizar. Viva a arte na Escola Tancredo, que está acontecendo. E que possamos despertar reflexões de cuidados com os animais com essa arte feita por nós”, declarou a aluna do 8º ano, Eduarda Resende Gimenes.

Em companhia de outros seis colegas, ela representou todo o grupo de estudantes da Tancredo Neves na apresentação dos painéis que marcou o encerramento desta etapa do projeto, sábado (13) pela manhã.

“O grande desafio é despertar o acolhimento e sensibilizar com arte e cultura e diversificação dos espaços e dos tempos. Tudo o que fomenta a arte aumenta a vontade dos estudantes estarem na escola”, comentou o diretor, Vagner Peruzzo.

Com tons de solenidade, a ocasião foi prestigiada pelo prefeito Adiló Didomenico, a diretora-geral da SEMMA, Luzia Ester Santos Oss, a gerente de Educação Ambiental da SEMMA, Tatiana Vergani, o coordenador do Banco de Materiais, Juarez Paim, o vereador Gilfredo de Camillis e o sócio-diretor da Solus, Davi Agostini.

“É uma satisfação imensa prestigiar a arte dos alunos, pois envolve aprendizado e conscientização ambiental. Esperamos que este conhecimento seja cada vez mais difundido e chegue a todas as escolas. Enquanto SEMMA, estamos verdadeiramente orgulhosos deste projeto”, externou Luzia.

Só que a prevista conclusão do projeto, na verdade, se transformou em ponto de largada para a continuidade. A partir do sucesso da edição piloto, o Despertar Educação Ambiental torna-se agora um programa permanente, com expansão preparada para outras escolas da rede municipal e parcerias com novas empresas.

“Neste próximo passo, trabalharemos outros conceitos de educação ambiental, como arborização e separação de resíduos”, revelou Tatiana.

Desta vez, os estudantes terão acesso a oficinas profissionalizantes de trabalho com azulejo, usando técnicas de mosaico. E em vez de tapumes, agora serão os muros das escolas que devem chegar ao final do ano de cara nova.

“A Tancredo tem muitas iniciativas que precisamos reconhecer, e que vem se tornando uma referência para o município. Uma escola que vem evoluindo e sendo exemplo de iniciativas. A educação é uma área em que estamos trabalhando muito para que todos tenham um aprendizado de primeira qualidade e escolas acolhedoras. Um trabalho conjunto resulta em ações desta maneira. E o trabalho feito de maneira brilhante pelos alunos é uma forma de levar alegria para a nossa cidade”, definiu o prefeito Adiló Didomenico.

Fotos: João Pedro Bressan

Galeria de imagens
1 de 3 imagens

Prefeito Adiló Didomenico prestigiou apresentação de trabalho artístico dos estudantes da EMEF Tancredo de Almeida Neves, no bairro Belo Horizonte

Foto por João Pedro Bressan

Estudante Eduarda Resende Gimenes disse que a arte é amiga da alma

Foto por João Pedro Bressan

Segundo diretor da EMEF Tancredo de Almeida Neves, Vagner Peruzzo, tudo que fomenta a arte aumenta a vontade dos estudantes estarem na escola

Foto por João Pedro Bressan