1. Início
  2. Notícias
  3. 2022
  4. Outubro

Casa da Cultura celebra seus 40 anos de fundação “Entre Atos, Cores e Letras”

Apresentação da Orquestra Municipal de Sopros, da Cia. Municipal de Dança e do músico Nei Lisboa encantou o público

Atualizada dia

A noite de sexta-feira (21/10) marcou um novo tempo para a Casa da Cultura Percy Vargas Abreu de Lima, que abriga a Biblioteca Pública Municipal Dr. Demetrio Niderauer, a Galeria Municipal de Arte Gerd Bornheim e o Teatro Municipal Pedro Parenti, que foi palco da comemoração. Antes do início da solenidade, o prefeito Adiló Didomenico, a vice-prefeita, Paula Ioris, a secretária da Cultura, Aline Zilli, a diretora da Casa da Cultura, Natália Bianchi, e a presidente da Câmara de Vereadores, Denise Pessôa, fizeram um brinde em frente ao local que celebrou 40 anos de fundação no domingo (23/10).

A atriz Aline Tanaã Tavares, filha de Marcondes e Eva Tavares, atores caxienses que estiveram na inauguração da Casa, conduziu a cerimônia convidando o público para parar, respirar, sentir e imaginar quantas histórias passaram pela Casa. A diretora de Equipamentos Culturais do Município e da Casa da Cultura, Natália Bianchi, iniciou as falas da noite agradecendo a todos os diretores e secretários da Cultura que passaram pelo espaço e aos profissionais que fazem dele um espaço de todos. “Esta Casa, desde a sua fundação, foi dirigida por mulheres, o que é simbólico. São mulheres que dedicaram a sua vida, fizeram deste espaço sua casa, organizando as rotinas para além das atribuições administrativas, doando seu tempo, acolhendo os artistas, produtores e trabalhadores da cultura e deixando o espaço em ordem para receber de forma impecável o público que frequenta este espaço”, comentou Natália.

Após o pronunciamento, a diretora chamou a equipe que trabalha no espaço para subir ao palco e receber palmas do público. Nesse momento, foi feito o reconhecimento de “Amigo da Casa da Cultura” para Adelmir Francisco Mattana, o Ade, como é conhecido, funcionário mais antigo do espaço e que há 26 anos atua no Teatro Municipal Pedro Parenti.

A secretária da Cultura, Aline Zilli, iniciou sua fala dizendo que o palco da casa é a sua casa, pois como atriz fez sua primeira apresentação profissional no local. “Como é lindo ver a Casa viva, quando muitos equipamentos culturais estão fechando mundo afora. Que importante é termos uma casa que segue com as portas abertas em meio a tantas dificuldades. Aqui a gente escreve a história da cidade, das nossas vidas, seja da plateia ou do palco, das letras dos livros, das imagens da Galeria. Meu muito obrigada a todos que o tornam um espaço de todos”, disse Aline.

O prefeito Adiló Didomenico subiu ao palco e saudou a todos os presentes, entre eles o ex-prefeito Mansueto de Castro Serafini Filho, que fundou a Casa da Cultura. “Aqui pulsou e pulsa a cultura e o entretenimento. O prefeito Mansueto foi muito feliz em construir este espaço no coração da cidade, este marco da história da cidade. O povo que não cuida da cultura não preserva sua história”, disse o prefeito.

Em comemoração aos 40 anos do espaço, o prefeito Adiló Didomenico entregou um certificado de agradecimento ao ex-prefeito Mansueto, que agradeceu relembrando do seu discurso na inauguração do local. “Caxias tem o corpo que é a indústria, o comércio e a agricultura, mas Caxias precisa de uma alma, e essa alma é a Casa da Cultura”, comentou o ex-prefeito.

Após os pronunciamentos, teve início o espetáculo com a Orquestra Municipal de Sopros, a Cia. Municipal de Dança e o músico Nei Lisboa. Ao final da apresentação, o publicou atirou flores no palco como forma de agradecimento por tudo que já floresceu no local e por tudo que ainda florescerá na Casa da Cultura.

Selo dos 40 anos

A solenidade também foi marcada pela apresentação do selo comemorativo aos 40 anos da Casa da Cultura Percy Vargas Abreu de Lima. Criado pelo departamento de marketing da Secretaria da Cultura, o selo tem como referências emblemáticas os espaços que se encontram na Casa da Cultura. Por meio de um único traço, foi formado o desenho que abriga a máscara de teatro, representando o Teatro Municipal Pedro Parenti; o pincel simbolizando a Galeria Municipal de Arte Gerd Borheim; e o livro caracterizando a Biblioteca Dr. Demetrio Niderauer. O selo contém a frase “Entre Atos, Cores e Letras” e será utilizado em todas as publicações da Casa da Cultura durante este ano, até 2023.

Galeria de imagens
1 de 14 imagens

Apresentação em comemoração aos 40 anos da Casa da Cultura

Foto por Samuel Maciel

Aline Tanaã conduziu o cerimonial

Foto por Samuel Maciel

Foto por Samuel Maciel

Orquestra, Cia. de Dança e Nei Lisboa em apresentação conjunta

Foto por Samuel Maciel

Nei Lisboa

Foto por Samuel Maciel

Cia. Municipal de Dança

Foto por Samuel Maciel

Orquestra, Cia. de Dança e Nei Lisboa em apresentação conjunta

Foto por Samuel Maciel

Equipe da Casa da Cultura

Foto por Samuel Maciel

Secretária da Cultura Aline Zilli

Foto por Samuel Maciel

Entrega do certificado ao ex-prefeito, Mansueto Serafini

Foto por Samuel Maciel

Um brinde à Casa da Cultura

Foto por Samuel Maciel

Natália Bianchi, diretora da Casa da Cultura

Foto por Samuel Maciel

Ex-prefeito Mansueto Serafini Filho

Foto por Samuel Maciel

Selo comemorativo aos 40 anos da Casa da Cultura

Foto por Comunicação SMC