1. Início
  2. Notícias
  3. 2023
  4. Janeiro

Secretaria Municipal de Educação lança edital para reforma da EMEF Rosário de São Francisco

Município investirá mais de R$ 700 mil na recuperação do prédio que atende comunidade do Loteamento Vila do Rosário, no Bairro Charqueadas

Publicada dia

A comunidade do Loteamento Vila do Rosário, no Bairro Charqueadas, já poderá vislumbrar cenário de atendimento de um pleito importante nos próximos dias. Nesta terça-feira (24) ocorreu a abertura de edital para contratação de empresa, sob regime de empreitada por preços unitários, para execução de obra de reforma da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Rosário de São Francisco. Quatro empresas se apresentaram habilitadas para o certame.

Com o objetivo de proporcionar melhores condições de trabalho para professores, demais servidores que atuam no local e um contingente de quase 600 estudantes, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Educação (SMED), fará um investimento superior a R$ 700 mil na recuperação de todo o complexo.

O projeto contempla reforço do muro de divisa nos fundos da escola, que possui uma inclinação em direção ao terreno da instituição, sendo necessário erguer uma estrutura de contenção no muro existente para garantir a estabilidade; substituição do piso de concreto no pátio coberto, que encontra-se bastante irregular, e será executado liso, visando propiciar condições adequadas de uso dos alunos; construção de banheiro em sala utilizada para Educação Infantil (EI), visando atender exigência da Vigilância Sanitária (VS); construção de banheiros com acesso ao pátio coberto, outra exigência da Vigilância Sanitária; construção de banheiros no segundo pavimento, hoje inexistentes, para atendimento da legislação da Saúde; construção de um banheiro em configuração PCD e outras adequações relacionadas à acessibilidade; e construção de um depósito de Educação Física. Além disso, também está prevista a execução do PPCI da escola.

A estimativa de prazo para a execução da obra, uma vez assinada a Ordem de Início, após todo o trâmite licitatório, é de 180 dias.

“É mais um investimento que o poder público faz, como grande esforço, diante das atuais condições, no objetivo de recuperar a infraestrutura e oferecer condições mais adequadas de trabalho para nossos servidores e de frequência das aulas por nossos estudantes”, afirma a titular em exercício e diretora administrativa da SMED, Sandra Teresinha Kuhn.

Foto: Freepik