1. Início
  2. Serviços
  3. Saúde
  4. Hemocentro

Informações sobre doação de medula óssea

Cadastro de candidatos à doação

No Hemocs, o candidato preenche uma ficha com informações pessoais e submete-se à coleta uma pequena amostra de sangue (5 ml). O sangue coletado é enviado para um serviço de referência, onde é realizado o exame de hispocompatibilidade (HLA), que identifica as características genéticas que podem influenciar no transplante. O serviço é realizado de segunda-feira a sexta-feira.

Esse exame/cadastro é incluído no Registro de Doadores de Medula Óssea (Redome) e fica disponível até que o doador complete 60 anos. Caso seja identificada a compatibilidade com um paciente que necessite de transplante, o doador será chamado para realizar exames clínicos e laboratoriais mais detalhados.

Se você é cadastrado no Redome, é necessário manter o seus dados atualizados, principalmente endereço e telefone. Em caso de mudança de informações, ligar para (21) 2505-5656 / (21)2505-5639 / (21)2505-5638 ou atualizar o cadastro por meio desse link.


O que é medula óssea?

medula óssea é um líquido que ocupa o interior dos ossos, onde são produzidas as células do sangue (hemácias, leucócitos e plaquetas). Algumas pessoas desenvolvem doenças que podem comprometer a função da medula óssea, sendo necessário o transplante. Entre essas doenças, estão: leucemia, linfomas, mielomas, anemias genéticas e aplasia da medula óssea, entre outras.


Como é feita a doação da medula óssea, caso haja compatibilidade

O procedimento é realizado em centro cirúrgico hospitalar, com uso de anestesia geral. Consiste em punções com agulhas finas e especiais na região da bacia. São retirados, no máximo, 10% da medula óssea – o equivalente a uma bolsa de sangue. Os riscos para o doador são praticamente inexistentes e o único incômodo relatado por alguns voluntários é uma dor discreta no lugar da punção.


Requisitos para doação de medula

  • Apresentar documento oficial com foto e CPF;
  • Ter entre 18 e 55 anos de idade (incompletos).